Feijão: A única hipótese remotíssima é que os preços fiquem estáveis

Publicado em 20/09/2010 17:31
1682 exibições

Feijão Carioca- 7h30 Em São Paulo,  no início desta semana a entrada total foi de aproximadamente 12 mil sacas, que foram somadas as sobras de sexta-feira  totalizando algo como 27 mil sacas. Durante a sexta-feira da semana passada, enquanto em algumas regiões os compradores se retiraram,  em outras  eles entraram com mais força. Os mais experientes operadores da  Bolsa Brasileira de Mercadorias (BBM) recomendam, agora,  cautela e muita paciência para empacotadores e produtores. Para feijão, o tempo que temos até a próxima colheita é longo demais e pode acontecer de tudo neste período. A unica hipótese remotíssima é que os preços fiquem estáveis. Veremos bruscas oscilações e o mercado testará qual é o limite dos consumidores brasileiros.

Veja mais em www.correpar.com.br
 
 
   
 
Feijão Preto - 7h30-
O total ofertado está abaixo da demanda e os preços podem subir uma vez que o carioca aponta para novas valorizações. Em 2008,  quando isto ocorreu aumentou bastante o consumo de feijão preto em praças onde há consumo dos dois feijões.  Quem importa da Bolívia leva mais tempo para nacionalizar do que se importar da Argentina. Este feijão boliviano desta safra apresenta caldo ralo, grãos miúdos e cozimento acima da média.   
  
  
  
  mercado atacadista

 

Clique aqui para ampliar!

 

preco ao produtor

Tags:
Fonte: Correpar

Nenhum comentário