Feijão: São Paulo registrou aproximadamente 9 mil sacas de oferta com poucos compradores nesta madrugada

Publicado em 23/09/2010 16:04
1636 exibições

Feijão Carioca - 7h30 - O que tem  em comum, hoje, o produtor de feijão e o empacotador? A ansiedade e o estresse. O medo de perder a hora certa de vender tira o sono do produtor. O medo de perder a hora de comprar não deixa o empacotador dormir. É literalmente assim. O feijão neste momento pune os afoitos e pouco informados. Aqueles que estão atentos ao Só Feijão estão bem informados e tem alcançado excelentes resultados. Perceberam há mais de 60 dias que viveríamos, este ano, momentos históricos neste mercado. Amanhã o leilão da  Conab irá ter bom volume vendido porém não afetará a cotação dos melhores produtos.  São Paulo nesta madrugada registrou aproximadamente 9 mil sacas de oferta com poucos compradores. Nota 9,5 ficou em R$ 220.
  Veja mais em www.correpar.com.br
 
 
Feijão Preto - 7h30 - A valorização do feijão preto tem a colaboração do feijão carioca. A pedida já está em R$ 130 com prazo de 25 dias. Da Argentina vem a pedida entre US$ 800/830. Negócios efetivamente ocorreram em pequeno volume devido aos poucos vendedores no mercado.

mercado atacadista

 

Clique aqui para ampliar!

 

preco ao produtor

Tags:
Fonte: Correpar

1 comentário

  • Telmo Heinen Formosa - GO

    Cuidado que o Alarme pode ser falso... o preço do feijão subiu não porque esteja faltando feijão.... mas porque pode vir a faltar pelo atraso no plantio, portanto cuidado - duas coisas são possiveis. Compreço maior o desperdicio (consumo aparente) diminui e em segundo lugar, que tal se a "quebra" prevista na colheita fôr apenas igual à sobra que haveria se tudo tivesse transcorrido normalmente? Os Especuladores "PLANTAM" noticias o tempo todo para forçar a volatilidade e como são espertos, ganham na alta e na baixa...

    0