Qual café faz bem para a saúde? Por Marco Antonio Jacob

Publicado em 16/11/2016 12:49
232 exibições
Abaixo um pequeno artigo tentando mostrar uma medida virtuosa ; pois o aliado do produtor é o consumidor . Sabemos que consumir cafés honestos traz benefícios para a saúde e também aumento da produtividade laboral. Está mais que na hora os setores envolvidos ( industrias - T&M e Solúvel - exportadores , cooperativas , produtores e consumidores ) discutirem uma verdadeira política cafeeira . O recente relatório da OIC sobre " Avaliação da sustentabilidade econômica da cafeicultura ", mostra que é simplesmente vergonhoso não haver uma REAL política pública cafeeira. A única coisa que não podemos fazer é cruzar os braços , esperando que eventos climáticos tornem-se aliados para a valorização da cafeicultura. Fomentar o consumo de café através de politicas inteligentes será benéfico a todos. O café pode ter uma politica virtuosa .

Por Marco Antonio Jacob

Lendo o inteligente artigo “CAFÉ FORTE, DESCONSTRUINDO UM MITO! “, onde explica que os cafés extras fortes, com ponto de torras extremas são oriundos de cafés de baixa qualidade.

A  torra escura tem a finalidade de mascarar os defeitos do café, principalmente os defeitos capitais (preto e ardidos), isto é, grãos podres que interferem na bebida.

Gráfico artigo Marcos JacobTipos de torra do café

Vejam que conforme se aumenta o ponto de torra diminui os atributos de qualidade e começa a se destacar o amargor proveniente do sabor de queimado.

Quais as  consequências desta prática na vida dos consumidores?

Devido a este "PÓ QUEIMADO" ser extremamente amargo, para ser palatável , o consumidor brasileiro é obrigado a adicionar muito açúcar , tendo como resultado final uma bebida extremamente açucarada.

É de se concluir que no decorrer de tempo esta “bebida” trará inúmeros problemas para saúde aos seus consumidores, tanto pelo excesso de grãos podres (pretos e ardidos) , como também pela ingestão de muito açúcar .

E quais os benefícios e custos para a sociedade brasileira de consumir este “PÓ QUEIMADO” no decorrer dos anos?

Sendo assim, estamos fazendo uma inversão de valores, o verdadeiro café que faz bem à saúde está sendo substituído por um produto que traz consequências maléficas a saúde de seus consumidores.

Desta forma, proponho que os grãos pretos e ardidos, sejam expurgados do “blend” do café oferecido aos brasileiros.

Se esta medida for adotada, a partir de Julho de 2018, todos os setores ligados ao café serão beneficiados.

As industrias oferecerão um produto com melhor qualidade, isentos de grãos podres e ardidos, e haverá aumento no consumo por parte dos consumidores, sendo assim um mercado maior.

Os consumidores beberão cafés com qualidade, trazendo um real benefício a sua saúde.

Os produtores terão um maior mercado, pois vai aumentar a demanda por café no mercado brasileiro, evitando assim que um pequeno excesso de produção pressione os preços internacionais.

Pelo lado governamental, poderá haver diminuição dos custos na rede pública de saúde, por estar a população brasileira consumindo um produto saudável e que realmente trará benefícios a saúde.

Está mais que na hora do setor cafeeiro brasileiro enxergar um pouco mais a frente, o país que pretende ser a Nação do Café, deveria se preocupar e respeitar seus consumidores.

“CAFÉ FORTE, DESCONSTRUINDO UM MITO ! “ 

http://buenavistacafe.com.br/blog/2016/10/22/cafe-forte-desconstruindo-um-mito/

Fonte: Marco Antonio Jacob

0 comentário