Procafé: Variedades de café resistentes são vantajosas

Publicado em 23/11/2016 10:00
592 exibições

Plantar uma variedade/cultivar  de cafeeiros com resistência à ferrugem tem sido uma alternativa vantajosa, em relação ao plantio das tradicionais  -  Catuai e Mundo Novo. Por isso, nos últimos anos, cresceu, bastante,  a adoção de variedades que, alem da sua boa capacidade produtiva, associam fatores de resistência.

A lavoura de café, sendo uma cultura perene, implantada  para cultivo , continuado, por 15-20 anos, ou até mais, exige todo cuidado, com a escolha adequada da variedade(s), pois os problemas ligados à genética das plantas podem aparecer só mais tarde e, caso necessário, a substituição da lavoura representa novos custos de formação, bastante elevados.

As variedades resistentes à ferrugem apresentam vantagens como – 

1-A variedade resistente reduz o custo do controle químico e  diminui o custo de produção de café. 

2 - Evita perdas de produtividade, devidas ao controle químico mal feito.

3 -Reduz efeitos de desequilíbrios por fungicidas.

4- Diminui problemas ambientais. 

5- Viabiliza o controle da ferrugem em condições adversas – topografia acidentada, sistemas adensados, pequenos  produtores etc.

Além disso, as cultivares desenvolvidas para resistência possuem outras características importantes para sua indicação, destacando-se - a sua boa capacidade produtiva,  semelhante ou superior aos padrões susceptíveis(Catuai e MN), o bom vigor das plantas, que garante sua recuperação após stress por carga e a produção de frutos de boa qualidade.

A resistência dos cafeeiros à ferrugem pode, com o passar dos anos, ser quebrada por novas raças do fungo, no entanto, a condição básica de produtividade desses cafeeiros persiste. Ademais, novas raças normalmente têm sido menos virulentas e seu controle fica facilitado. Vejamos o exemplo do controle químico sobre 3 tipos de variedades, as susceptíveis, as tolerantes e as bem resistentes à ferrugem (quadro 1). Verifica-se que existe uma escala de resposta ao controle, com maiores prejuízos na falta de controle da ferrugem nas variedades susceptíveis. 

Resta, então, aos Técnicos recomendantes e aos cafeicultores, passarem a utilizar mais as novas variedades, diante das vantagens que elas têm apresentado.

Quadro 1- Aumento da produtividade em cultivares de café  com diferentes níveis de resistência à ferrugem após aplicação de fungicidas para ferrugem. Varginha-MG, 2013

Nível de resistência da cultivar à ferrugem

Aumento da produtividade devido à aplicação de fungicidas

(média de 30 cultivares)

Sacas benef./ha

%

Suscetível

34,9

131,7

Moderadamente resistente

18,0

66,1

Altamente Resistente

3,8

17,1

Procafé: Variedades de café resistentes são vantajosas
Procafé: Variedades de café resistentes são vantajosas
J.B. Matiello, S.R. Almeida e Iran B. Ferreira – Engs Agrs Fundação Procafé e C.H.S. Carvalho – Pesquisador Embrapa-Café
Tags:
Fonte: Procafé

0 comentário