Fala Produtor - Mensagem

  • RODRIGO POLO PIRES BALNEÁRIO CAMBORIÚ - SC 08/11/2018 15:36

    Desconheço as capacidades técnicas da Tereza Cristina, sei que ela substituiu o Nilson Leitão, que vejam só, também poderia ter sido ministro se o seu mandato fosse agora e não o anterior (teria também todas as capacidades técnicas, competencia, enfim, atributos positivos sem conta).... Mas como militante realista já encontrei falhas no discurso dela..., talvez isso seja proposital..., eles precisam do confronto para permanecer em destaque, tanto PT como os outros partidos, a tal coligação que não viu nada de anormal no governo Lula, não viu no governo Dilma, e não vê agora.... O Brasil não produz alimentos suficientes para sua população ministra, e isso é extremamente fácil de provar. Não é o "agronegócio" o grande responsável pelo superávit da balança comercial, é o complexo soja... Eu peço aos produtores que pensem, porque é fácil de entender..., a Abiove tem ligações com ONGs ambientalistas e defende um ambientalismo radical, basta ligar isso ao fato de Bolsonaro ter desistido de fundir o dois ministérios, da agricultura e meio ambiente, pensem um pouco, Bolsonaro estava certo ou não? Para que serve um ministério do meio ambiente afinal? Mas todas essas entidades citadas acima acham que o tal ministério tem uma grande importancia. Vão nomear o ministro, o coordenador, e muitas centenas de outros cabos eleitorais e apaniguados..., ser dono de um ministério no Brasil é um grande negócio, que dirá dois.... Parece que nenhum produtor percebeu que Blairo Maggi deu sequencia a politica seguida por Kátia Abreu e Tereza Cristina dará sequencia a politica seguida por Blairo Maggi. Aparentemente parece se tratar de um projeto de estado, e é uma excelente falsificação, pois é um projeto ideológico construido pelos ambientalistas radicais que conseguiram grande poder aqui no Brasil. Também pudera, com uma classe politica como essa. É mais uma vez o velho truque, um elogia o outro e o outro elogia o um, e desprezando totalmente a realidade do país, o dito passa a ser a realidade propriamente dita. Talvez modernizem um pouco a legislação, depois de muito bate boca com a "oposição", mas e o tal de livre mercado, onde fica nessa história? Há aí também uma forte pressão sobre quem irá ser nomeado ministro das relações exteriores, e todas essas entidades já se reuniram para fritar a possibilidade de Luiz Phillipe de Orleans e Bragança ser nomeado, como os ativistas e militantes querem, ele é mais alinhado com democracias do que com regimes totalitários. Dizem com todas as letras, o nosso sistema de exportação depende desses países e no mercado interno brasileiro de alimentos vai tudo bem obrigado, nosso povo está muito bem alimentado segundo a ministra. Para o país esse é um mau caminho.

    Comentário referente a notícia: Parlamentares e entidades do setor produtivo manifestam apoio a Tereza Cristina como nova ministra da Agricultura

    3