Código Florestal: discussão chega a Londres, com debate no Financial Times

Publicado em 29/03/2012 18:23 1217 exibições
Durante a Cúpula de Agricultura Sustentável, promovida pelo jornal Financial Times, em Londres, a senadora Kátia Abreu, presidente da CNA,  rebateu críticas de ONGs ambientais, que argumentam que o novo Código Florestal vai aumentar o desmatamento no Brasil e dar anistia a desmatadores. 

Ela salientou que a nova lei não contém nenhum artigo que preveja o aumento do desmatamento e, sobre a anistia, esclareceu que os produtores que quiserem ficar livres de suas multas serão obrigados a recuperar as áreas desmatadas. “Ou seja, não há perdão puro e simples. As multas serão convertidas em serviços de recuperação ambiental”, disse.

A presidente da CNA também salientou o amplo apoio dos parlamentares ao novo Código: ”A frente ambientalista possui 237 deputados, mas na votação da Câmara de Deputados, o Código Florestal foi aprovado com apenas 63 votos contrários e uma abstenção. Isso mostra que o projeto tem apoio até mesmo entre os ambientalistas”, disse. 

Segundo a senadora Kátia Abreu, a decisão pelo voto é exemplo da democracia que vive o Brasil e que o País quer continuar crescendo de forma sustentável. “Somos a sexta economia do mundo, temos 56% da população na classe média e, do ponto de vista ambiental, temos 61% de preservação dos nossos biomas”, disse a senadora. “Isso mostra que o Brasil não descuida da questão social e tampouco da ambiental”, disse ela. 

Durante sua apresentação, a presidente da CNA ressaltou que o agronegócio no Brasil hoje representa 37% de todos os empregos no País, 22% do Produto Interno Bruto (PIB) e 37% de todas as exportações, sendo responsável pelo saldo positivo da balança comercial brasileira nos últimos 15 anos. 

Em seu discurso, ela também destacou a criação do programa Agricultura de Baixo Carbono (ABC), em que o Governo destinou quase US$ 2 bilhões em créditos com juros baixos para que os produtores recuperem as áreas degradadas.

A discussão sobre o novo Código Florestal causou forte embate entre defensores do meio ambiente e representantes do Brasil no exterior. Organizações Não-Governamentais (ONGs) acusam a legislação nacional de permitir o aumento do desmatamento no País, argumento usado inclusive pela União Europeia. Brasileiros rebatem as críticas apontando que há falta de conhecimento sobre o assunto.
O vice-presidente de Agronegócios do Banco do Brasil, Osmar Fernandes Dias, perguntou ao representante da WWF, Bryan Weech, qual é o artigo da nova lei que resultaria em aumento do desmatamento no País. Weech disse que a principal preocupação é com a anistia dada a desmatadores. 
"Ele não respondeu porque não existe nenhum artigo que promova o aumento de desflorestamento", disparou a senadora e presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Kátia Abreu. Segundo ela, não existe anistia porque as multas dos produtores serão anuladas somente se eles recuperarem os danos.
De forma geral, a piora da conservação das florestas é a principal preocupação das ONGs. "O risco do Código Florestal é que se inicie um caminho para a impunidade", disse Daniel Nepstad, diretor da Tropical Forest Group. Na avaliação de Pat Venditti, do Greenpeace, a legislação pode abrir espaço para o desmate.
Tags:
Fonte:
CNA

5 comentários

  • Luiz Prado Rio de Janeiro - RJ

    Ah.. Marina Silva é aquele que acha que o Brasil é Xapuri e que ficava criando reservas extrativistas para a Natura?

    0
  • Luiz Prado Rio de Janeiro - RJ

    Eles sabem que o governo brasileiro, por causa dos tolos do Itamaraty, gosta de posar de bom moço para as ONGs que mandam trocados para cá e controlam os WWFs e Greenpeaceas da vida. Elas têm "código florestal" na Inglaterra? Ora, vão àquele lugar. Cabe ao governo brasileiro garantir a nossa soberania.

    0
  • carlo meloni sao paulo - SP

    A Marina Silva esta sim tem jeito e pensamentos de formiguinha.

    Convidou James Cameroom ("do filme) para dar palpites em assuntos

    brasileiros, ideia esta de uma pequenez tao humilhante que rebaixou

    a naçao inteira.---Eu acredito que Katia quis mostrar as mentiras que

    Marina solta por ai , feito um papagaio fanatico.

    0
  • victor angelo p ferreira victorvapf nepomuceno - MG

    Que inveja eu tenho da Argentina,,,Sabem se valorizar...Governam realmente seu pais somente por argentinos...Enfrentaram os piratas na disputa por um território que esta próximo do seu quintal...Suas fronteiras são vigiadas dia e noite...São altaneiros e não dão satisfação dos seus atos ao mundo...Parabéns Argentina, dá uma dica pros nossos governantes, de como se governa um pais e como saiu de uma dívida externa pagando com deságio de 70 por cento aos banqueiros exploradores, ao passo que nossa dívida já ultrapassa os 2 trilhões de dólares ...Código Florestal? No dia que isto for aplicado lá, O Carlos Gardel sai da cova e compõe um tango...

    0
  • roberto carlos maurer Almirante Tamandaré do Sul - RS

    Estes Ingleses ou quase todos principalmente a familia real são portadores de uma grande arrogancia se acham os melhores do mundo e não são. São sim os grandes colonizadores estrupadores de toda riqueza que tinha em redor do mundo pessoas que não sabem oque é trabalhar.Hoje já que não podem mais sair saqueando paises, eles possam de senhores feldal querendo ditar oque os colonizados devem fazer ou não.Dona esquecida Kátia Abreu coloque o rabo no lugar certo e volte para o Brasil e venha cuidar do que interessa largue mão desta escoria portadora de um DNA superior.

    0