No ESTADÃO: Indústria de SP sofre o maior recuo no nível de emprego desde a crise mundial

Publicado em 15/08/2014 03:06 e atualizado em 15/08/2014 09:54 226 exibições
Já foram dispensadas 15,5 mil pessoas neste ano; de acordo com a Fiesp, mais de 100 mil devem ser demitidas até dezembro, por GUSTAVO SANTOS FERREIRA, DO BLOG RADAR ECONOMICO, (O ESTADO DE S. PAULO)

O recuo do nível de emprego na indústria no Estado de São Paulo não era tão grande desde a última crise financeira mundial. Em 2014, em relação ao ano passado, houve variação negativa de 0,6% entre janeiro e julho sobre o mesmo período de 2013. Em 2009, a queda em 7 meses foi de 2,03%.

Já foram demitidas pelo menos 15,5 mil pessoas neste ano. Paulo Francini, diretor do Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos (Depecon) da Fiesp, afirma em nota que a situação deve se agravar: mais de 100 mil postos de trabalho tendem a ser fechados até dezembro.

“Se você comparar com 2009, começava-se a viver no segundo semestre uma perspectiva de recuperação e nós não a vemos em 2014″, diz. “Portanto, o panorama de emprego durante 2014 ainda vai se acentuar para pior.”

Leia a notícia na íntegra no site do Estadão.

Tags:
Fonte:
O Estado de S. Paulo

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário