Produtores de fumo terão acesso irrestrito ao crédito rural, comemora Blairo Maggi

Publicado em 29/08/2016 07:58
183 exibições
Com a medida, o governo atende a uma das principais reivindicações da fumicultura brasileira

Ao participar neste sábado (27) da abertura oficial da 39ª Expointer, em Esteio (RS), o ministro Blairo Maggi (Agricultura Pecuária e Abastecimento) voltou a defender o fortalecimento do agronegócio como forma de o Brasil sair mais rapidamente da crise. Por isso, reforçou, é necessário apoiar o setor.

Blairo também comemorou a decisão do governo de dar aos produtores de fumo, a partir de agora, as mesmas condições de acesso ao crédito rural que dos demais agricultores. A medida foi anunciada pelo ministro chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, que representou o presidente em exercício, Michel Temer, na Expointer. 

Em junho passado, quando visitou os fumicultores do Rio Grande do Sul, o ministro da Agricultura recebeu várias reivindicações do setor. A principal delas era a de que os produtores tivessem direito ao financiamento público como os demais setores da agricultura.

Hoje, mais de 200 mil produtores vivem exclusivamente da cultura do fumo nos estados do Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina. O setor movimenta cerca de R$ 15 bilhões no Brasil. O país exporta mais de 80% de sua produção.

Outro anúncio feito pelo ministro Padilha, durante a abertura da Expointer, foi o de que o presidente Temer estuda três alternativas para a recriação do Ministério do Desenvolvimento Agrário. Uma dé de que o ministério seja vinculado ao Mapa, como forma de fortalecer a industrialização do setor.

As outras duas opções são estas: a manutenção da vinculação com o Ministério do Desenvolvimento Social ou a autonomia completa do novo ministério.

Fonte Mapa

2 comentários

  • Luiz Carlos Pauli -

    CARLOS MELONI, amigo, vamos ser bem claros, é que ontem, acabei me esquecendo. Vai no facebook de Hospital Israelita Albert Einstein - A C Camargo Center - Oncoguia, verifica nas postagens desses estabelecimentos o câncer de pulmão, leia os comentários das pobres pessoas reclamando que nunca fumaram, e estão com câncer de pulmão. Pessoas jovens, adolecentes e idosos. Faça essa verificação, e interessante você mesmo colocar aqui, quantos eram fumantes. Assim, fica uma coisa bem clara, com dados reais, pois isso de falar do cigarro, é um grande mmito, que remonta de no minimo 60 anos atrás. Mesmo assim, a conta mais fácil é a seguinte........somos 200 milhoes de habitantes, apenas 20 milhoes são fumantes, sobram portanto, 180 MILHOES de não fumantes, isso mostra claramente, que os dados do cigarro e estatisticas são fraudes, conforme Olavo de Carvalho denunciou na Rede Vida de Televisão(está no youtube). Um grande abraço.

    4
  • Luiz Carlos Pauli -

    Parabéns ao ministro Blairo Maggi pelo reconhecimento da fumicultura. O Brasil, não pode ser refém de ativistas antitabaco, pois esses destróem, apenas para satisfazer seus egos. A população brasileira precisa entender que falar mal do tabaco não passa de ideologia..

    2
    • CARLO MELONISAO PAULO - SP

      A verdade e' que cinco pessoas da minha familia morreram por causa inconteste de cancer decorrente de tabaco----O ultimo foi no ano retrasado que se suicidou por nao aguentar a dor -----Luiz Carlos entao por ser questao de ideologia pode fumar a vontade mas fume bastante mesmo. Viu!

      9
    • LUIZ CARLOS PAULI -

      CARLO MELONI......câncer, é um desordenamento de células, ninguém sabe o que causa, tanto é que animais e crianças tem câncer. Cientistas da universidade John Hopkins, declaram que o câncer vem pelo azar, qualquer um pode ter, independe de fatores externos, tanto que câncer de pulmão, ultimos dados de 2012, foram em não fumantes. Não se iluda com o que divulgam ativistas antitabaco, foram inclusive banidos da justiça, que aliás é muito bem informada, com o mesmo assunto dito pelo senhor. Enfim, o que fazem os milhoes e milhoes, que não fumam, no cemitério? Espero te-lo esclarecido, sem antes relatar que também tive perdas na familia pelo câncer, gente jovem, 47 anos, professor de educação fisica, saudável, não fumante, morreu tomado pelo câncer em todo câncer, definhou na cama até o fim. Abraços.

      1