BA: Com seca, agricultores usam bombas e tubulações para pegar água

Publicado em 29/08/2016 09:57
109 exibições
Sobradinho, no norte do estado, está com baixo nível de água, diz Chesf. Agricultor chegou a investir R$ 8 mil em poço, mas não encontrou água.

Por conta da seca, agricultores do norte do estado estão usando bombas e tubulações para captar água e assim, irrigar as plantações. Com a estiagem, o principal reservatório de água da Bahia, Sobradinho, que é abastecido pelo rio São Francisco, está com baixo nível de água.

Segundo o diretor da Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf), João Henrique de Araújo, se até o final do ano a quantidade de chuva não for suficiente, a companhia poderá diminuir ainda mais a vazão do lago do Sobradinho, que normalmente é de 1.300 metros cúbicos por segundo e atualmente está em 830 metros cúbicos por segundo.

"Os estudos estão sendo feitos de uma nova redução, saindo de um patamar 800 metros cúbicos por segundo para 700. Sempre com o objetivo de guardar o máximo de água do reservatório. Evidentemente, tudo isso, essa redução impacta em todos os usuários, no setor elétrico, abastecimento, irrigação e em outros", explicou Araújo.

O agricultor Nildo Silva cultiva dois hectares com manga e goiaba na comunidade de Algodões, na zona rural de Sobradinho. A expectativa dele era colher, este ano, duas mil caixas de goiaba, mas a safra está ameaçada pela falta de chuva e nesse período de estiagem, o lote é irrigado com a água do lago do Sobradinho. "A situação está preocupante. Com o rio baixando [nível da água] a gente fica sem roça e acabando a água a gente não tem produção nenhuma, nem como pagar as despesas", relatou Silva.

Leia a notícia na íntegra no site G1 - BA

Fonte G1 - BA

Nenhum comentário