Crédito rural lastreado em LCAs atinge R$ 2,7 bilhões

Publicado em 16/09/2016 07:34
97 exibições

O governo federal registrou aumento na oferta de crédito rural com base em recursos provenientes das Letras de Crédito do Agronegócio (LCA). Em julho e agosto, primeiro bimestre do ano-safra 2016/2017, foram R$ 2,7 bilhões. No mesmo período na temporada 2015/2016, tinham sido R$ 1,5 bilhão.

Do total emprestado nos últimos dois meses, R$ 1,27 bilhão foram a juros controlados, com taxas subsidiadas pelo governo. Os empréstimos com dinheiro da LCA a juros livres, com taxas de mercado, somaram R$ 1,45 bilhão. A maior parte dos financiamentos no primeiro bimestre da safra foi destinada a linhas de custeio.

O volume captado com o título do agronegócio representou 12,67% do volume financeiro total liberado em julho e agosto deste ano dentro do Plano Agrícola e Pecuário 2016/2017. Considerando todas as linhas de custeio, investimento e comercialização, os agricultores empresariais já tinham emprestado R$ 21,3 bilhões no último bimestre.

As Letras de Crédito do Agronegócio (LCAs) são títulos emitidos por instituições financeiras com a intenção de atrair capital para o setor. Tem entre suas principais características a isenção de imposto de renda, visando tornar o investimento atrativo, especialmente, para pessoas físicas.

Leia a notícia na íntegra no site Revista Globo Rural.

Fonte: Revista Globo Rural

Nenhum comentário