Rede CNA Jovem mostra alternativas de comercialização

Publicado em 10/06/2020 12:20 77 exibições

A comercialização online como alternativa aos produtores rurais durante a pandemia foi debatida, na terça (09), em um painel online promovido pela Rede CNA Jovem, formada por integrantes do programa de desenvolvimento de lideranças do Sistema CNA/Senar.

O distanciamento social como forma de prevenir o novo coronavírus acelerou a necessidade do uso da Internet para a comercialização de produtos do agronegócio.

Uma das iniciativas para suprir essa necessidade é a plataforma de comércio eletrônico Mercado CNA, que foi apresentada pelo gestor de negócios da CNA, Wilson Brandão.

“Como forma de ajudar os produtores rurais, o Sistema CNA/Senar desenvolveu essa ferramenta para conectar produtores, compradores e prestadores de serviços de logística na área de transporte”, disse Brandão. A plataforma é gratuita e está disponível em mercadocna.com.br.

A jovem Fernanda Ramalho, representante da Rede CNA Jovem em Roraima, mostrou a iniciativa o Campo na Mesa. “Nós produzimos o layout da peça digital para os produtores divulgarem entre os seus clientes pelos aplicativos e redes sociais. Além disso, compartilhamos esse material para aumentar o alcance das visualizações”.

A representante da Rede CNA Jovem no Rio Grande do Norte, Maria Vivianne, apresentou a iniciativa do serviço de delivery rural no estado. “Com o aumento da demanda por compras online, decidimos auxiliar os produtores rurais. Dividimos os jovens em equipes para atuar na criação do material de divulgação digital, incluindo a publicação e distribuição nos meios de comunicação na Internet”.

Paraíba e a Prefeitura de João Pessoa possibilitou a criação de um site para os agricultores familiares da região.

A coordenadora da Central de Comercialização da Agricultura Familiar de João Pessoa, Rogeany Gonçalves, compartilhou a experiência com os jovens. “Com a suspensão das atividades presenciais dos feirantes, decidimos dar suporte aos agricultores divulgando seus produtos em uma página da Internet que está hospedada no site da prefeitura”.

Tags:
Fonte:
CNA

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário