MS inova na política agrícola e área de soja expande em 1 milhão de hectares em cinco anos

Publicado em 30/03/2021 10:16 130 exibições

A área agrícola dedicada à soja em Mato Grosso do Sul teve expansão de 1.029 milhão de hectares entre as safras 2014/2015 e 2019/2020. Com o aumento de 44%, o Estado chegou a 3.389 milhões de hectares cultivados com o grão na última safra, segundo dados do SIGA/MS (Sistema de Informação Geográfica do Agronegócio).

O Siga/MS é coordenado pela Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar) junto com a Aprosoja/MS (Associação de Produtores de Soja de MS) e os números mostram o resultado da política agrícola aplicada pelo Governo do Estado desde 2015.

“Incorporamos ao processo produtivo mais de 1 milhão de hectares e é resultado da política agrícola estadual. Desenvolver novas áreas agrícolas, ampliar a produção nas áreas tradicionais através da pesquisa e tecnologias e consolidar Mato Grosso do Sul com grande importância nacional sempre foram as metas”, afirma o secretário Jaime Verruck, titular da Semagro.

O uso de tecnologias e o avanço nas políticas públicas tem incentivado a implantação da cultura em diversos municípios do Estado que apresentam aptidão agrícola e gradativamente tem aumentado suas áreas de cultivo. Como Ponta Porã, na fronteira com o Paraguai, que expandiu em 76 mil hectares a área dedicada a soja, chegando a 267 mil hectares na última safra.

Também com expansão de 40% da área agrícola está o segundo maior município de MS, Dourados que incorporou 61 mil hectares à soja e atingiu 215,2 milhões de hectares dedicados a cultura na safra 2019/2020. Sidrolândia aparece em terceiro com maior expansão de área, foram 60,4 mil hectares a mais dedicados a soja.

Maracaju é o quarto no ranking e também o município com maior área dedicada à soja em Mato Grosso do Sul. São 315,9 mil hectares cultivados com o grão, sendo 55,2 mil hectares novos nas últimas cinco safras. A Capital desponta em quinto com expressivo crescimento de 144% entre 2015 e 2020, passando de 36,2 mil hectares de soja para 88,1 mil hectares agrícolas.

Em termos percentuais, Bodoquena é o município com mais expansão agrícola no período, com aumento de 1.072%. Água Clara aparece com aumento de 666% enquanto Corumbá e Bataguassu aumentaram as áreas de soja em 652% cada nas últimas cinco safras.

O secretário Jaime Verruck, titular da Semagro, lembra ainda que tal expansão agrícola tem exigido investimentos em infraestrutura por parte do Governo do Estado, para dar condições melhores aos agricultores. Além disso, permite que o Estado atraia investimentos como a Coamo em Dourados, a Lar em Caarapó e a ADM em Campo Grande.

“Vemos claramente o resultado de uma parceria público-privada nestes cinco anos, onde há o espírito empreendedor dos agricultores em produzir mais e melhor, alinhado com a política estadual de fomento do setor que além de empregos, gera riquezas com a atração de novos investimentos que agregam valor a matéria prima e fortalecem a economia estadual”, afirma Verruck.

Fonte:
Semagro-MS

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário