Boletim de Inteligência de Mercado Abrapa com as principais notícias do mundo do algodão 22/10/21

Publicado em 22/10/2021 14:38 92 exibições

- Destaque da semana – O sobe e desce continua.  Após quase atingir limite de alta na quarta, impulsionado pela onda inflacionária, o bom progresso da safra americana e as dificuldades logísticas zeraram os ganhos na quinta. Hoje, notícias que a incorporadora Chinesa Evergrande evitou calote animaram os mercados.

- Algodão em NY – O contrato Dez/21, que chegou a atingir 110,7 U$c/lp na última quarta, fechou ontem a U$c/lp 106,14 (-0,9%), mas esteve em alta no noturno após boas notícias vindas da China nesta Sexta.

- Preços - Ontem (21/10), o algodão brasileiro estava cotado a 124,5 U$c/lp (alta de 675 pts com relação à semana passada) para embarque em Nov-Dez/21 (Middling 1-1/8" (31-3-36) posto Ásia, fonte Cotlook).

 - Altistas 1 - Esta semana, um importante investidor americano, Paul Tudor Jones, afirmou que a inflação causada pelos enormes estímulos fiscais recentes irá ter efeitos mais longos que o esperado, afetando muito os mercados e a sociedade. 
 
- Altistas 2 - Em geral, muitos ativos perdem valor em um ambiente inflacionário. Commodities são exceção, pois seus preços tendem a acompanhar a inflação, portanto esses ativos se tornam atraentes no momento, pois são vistos pelo mercado como hedge contra inflação.

- Altistas 3 - Na China, o governo autorizou cotas emergenciais para as gigantes tradings locais CNCGC e Chinatex para compra de algodão importado. Com isso, o estoque de algodão em armazéns alfandegados reduziu drasticamente nas ultimas semanas, segundo fontes locais.

-  Baixistas – À medida que a colheita da safra americana avança (já está em mais de 30%) e as condições das lavouras se mantêm em torno de 64%, o prêmio de risco para a safra diminui, apesar do atraso em relação ao ano passado e à média histórica.

- China 1 - A China foi mais uma vez o principal comprador de algodão americano, com 67% do total semanal.  Segundo o relatório semanal, divulgado ontem pelo USDA, foram vendidas 92 mil toneladas de algodão para o exterior na semana passada.

- China 2 - Apesar da China estar muito ativa nas compras, devido ao atraso nas safras, ao aperto de estoques e ao caos logístico, as importações de algodão pela China caíram 15% de agosto para setembro e 65% em relação a setembro de 2020. 

- China 3 - Crescimento do PIB chinês no terceiro trimestre não atingiu as expectativas de 5,2%: ficou em crescimento de 4,9% em relação ao ano anterior. A produção industrial também ficou abaixo do esperado, tendo crescido apenas 3,1%.

- Estados Unidos - A Associação Americana de Vestuário e Calçados exige medidas mais duras da Casa Branca visando conter o caos logístico. Ampliar o horário de funcionamento dos portos de Los Angeles e Long Beach para as 24h do dia não é suficiente, afirma a entidade. 

- Austrália - A indústria de algodão australiano afirma ter vendido praticamente todo o algodão produzido na safra 2021. A abertura de novos mercados internacionais tem minimizado os prejuízos causados pela suspensão das compras pela China. 

- Economia mundial - O FMI atualizou as projeções de crescimento econômico mundial para 2022. Destaque para a Índia (8,5%), China (5,6%) e Estados Unidos (5,2%). Brasil, Rússia, Japão e Europa têm índices abaixo da média mundial, de 4,9%. 

- Agenda - Esta semana, a Abrapa participará de diversas reuniões com Adidos Agrícolas do Brasil nos principais mercados do continente Asiático. As reuniões são promovidas pelo governo federal (Mapa e Apex Brasil).

- Safra 2021/22 - O plantio de soja está acelerado. Até 15/out, 32% da área prevista no Centro-Oeste já havia sido semeada, superando o desempenho de 2020 (6%) e a média acumulada nos últimos cinco anos (23%). Bom sinal para a safra 2021/22 de algodão, que em vários estados brasileiros é plantada após a soja. 

- Beneficiamento - Até ontem (21/10): BA e TO (85%); GO (98%), MA (58%); MG (93%), MS (99,7%), MT (66%), PI (98%) SP (100%) e PR (100%). Total Brasil: 72% beneficiado.

??  Exportações - O Brasil exportou 89,7 mil tons de algodão nas três primeiras semanas do mês de outubro/21. A média diária de embarque está 25,6% inferior quando comparada a outubro/20.

Fonte:
Abrapa

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário