Média diária exportada de carne bovina in natura registra alta de 43,50% na primeira semana de agosto

Publicado em 10/08/2020 15:47 e atualizado em 10/08/2020 17:36 594 exibições
A expectativa é que os chineses devem intensificar as compras por proteína animal até novembro

LOGO nalogo

Nos cinco primeiros dias úteis de agosto, a média diária exportada de carne bovina in natura ficou em 8,81 mil toneladas e teve um aumento de 43,50% se comparado com os dados observados no mesmo período do ano passado, que registrou uma média exportada de 6,14 mil toneladas.

De acordo com os dados da Secretaria de Comércio Exterior do Ministério da Indústria, Comércio e Serviços (SECEX), o volume embarcado alcançou 44,06 mil toneladas de carne bovina na primeira semana de agosto, sendo que no ano passado o total exportado em todo mës de agosto foi de 135,1 mil toneladas.

De acordo com o analista de mercado da Consultoria Agrifatto, Yago Travagini, o desempenho das exportações nesta primeira semana reforça que as compras chinesas devem seguir aquecidas nos próximos meses. “Fechamos mês passado com os chineses levando 51%, mais de 87 mil toneladas. O volume desta semana, mais de oito mil toneladas diárias, corresponde à expectativa de que eles devem acelerar as compras até novembro”, informou.

Os preços médios ficaram próximos de US$ 4.035,6 mil por tonelada, na qual teve uma queda de 3,32% se comparado ao mesmo período do ano anterior que registrou um valor médio de US$ 4.174,0 mil por tonelada. “O preço está bem menor do que no início do ano, isso pode ser reflexo do câmbio e também das renegociações das compras dos chinesas pelo o produto brasileiro”, ressaltou o analista da Agrifatto.

“Outro fator que influenciou foi que parte dos grandes compradores reduziram os preço pago na tonelada de carne bovina, como foi o caso da Rússia, Egito, Líbano, Arábia Saudita e Emirados Arabes que diminuíram o preço pago pela tonelada em julho/20”, reportou Travagini.

O valor negociado para o produto foi US$ 177,8 milhões na primeira semana de agosto, tendo em vista que o preço comercializado duarante o mês de agosto foi de US$ 563,9 milhões. A média diária ficou em US$ 35,563 milhões e registrou um avanço de 38,75%, frente ao observado mês de agosto do ano passado que ficou em US$ 25,632 milhões.

Tags:
Por:
Andressa Simão
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário