Programas de certificação das raças Hereford e Devon são tema de live da CNA

Publicado em 11/08/2020 11:49 37 exibições

A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) promoveu a segunda live de uma série sobre programas de certificação de raças bovinas. A transmissão ao vivo pelas redes sociais debateu as iniciativas realizadas pelas associações de criadores das raças Hereford e Devon, na segunda (10).

Os debatedores foram o coordenador dos Protocolos de Rastreabilidade da CNA, Paulo Vicente Costa, a gerente do Programa Carne Certificada Hereford, Fabiana Rosa de Freitas, e o diretor técnico da Associação Brasileira de Criadores de Devon, Lucas Hax. A moderadora foi a assessora técnica da CNA, Danielle Schneider.

Além de oferecer respaldo legal, a CNA trabalha para reunir em uma única base de dados todos os programas de certificação para facilitar a adesão dos produtores. O objetivo principal é agregar valor à produção dos pecuaristas que investem em genética diferenciada e fazem o manejo nutricional e sanitário adequado.

“Temos que estimular a seleção e a certificação e a melhor forma é a valorização desses cortes cárneos que trazem agregação de valor para toda a cadeia produtiva. A CNA sempre pensa em cadeia produtiva como um todo”, afirmou Paulo Costa.

O sistema de protocolos de certificação de raças bovinas desenvolvido pela CNA trabalha com sete raças atualmente: Angus, Hereford, Rubia Gallega, Devon, Charolês, Wagyu e Nelore. Segundo Costa, a iniciativa já soma 12 mil produtores beneficiados e mais de um milhão de carcaças certificadas.

Fabiana de Freitas apresentou o Programa Carne Certificada Hereford, realizado pela Associação Brasileira de Hereford e Braford (ABHB). Também conhecido como Programa Carne Pampa, ele foi criado há 22 anos e é pioneiro na certificação de carcaças no Brasil. Hoje, mais de três mil produtores participam da iniciativa, que certificou mais de 50 mil animais em 2019.

“É um processo que não volta mais. A carne de qualidade está aí e nós estamos trabalhando muito seriamente, dentro dos protocolos das associações de raça, para atender esse consumidor que está, cada vez mais, exigente e informado”, disse ela.

O diretor técnico da Associação Brasileira de Criadores de Devon destacou as características da raça e os critérios para abate dentro do Programa Carne Devon Certificada, como percentual mínimo de sangue Devon nos animais, dentição e gordura mínima.

“Cada vez mais vai se apertar esse crivo de certificação. Hoje, a gente tem um domínio maior das raças e daqui a pouco vai ser o sistema de produção ou outro detalhe. O consumidor é quem manda e ele vem se aprimorando e ficando mais exigente nessas experiências de consumo”, declarou Lucas Hax.

A próxima live acontecerá no dia 17 de agosto, às 17h, e abordará o Programa Carne Wagyu Certificada e o Programa Carne Certificada Rubia Gallega.

Tags:
Fonte:
CNA

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário