Café em NY fecha em forte queda e atinge níveis mais baixos em 4 meses e meio

Publicado em 05/11/2012 17:44 518 exibições
A ICE Futures US (Bolsa de Nova York) encerrou o pregão eletrônico para o café arábica com os preços acentuadamente mais baixos, alcançando os patamares mais fracos em quatro meses e meio. 

O mercado segue pressionado devido ao anseio por uma ampliação de oferta em curto a médio prazo, com o setor comprador acomodado neste momento. 

Embora sua postura defensiva nas vendas, o Brasil ainda dispõe de muito café da safra de 2012 para negociar e esses grãos terão que entrar no mercado mais cedo ou mais tarde, pois ofertas vindas da América Latina e Vietnã já estão aparecendo. 

Assim, as grandes torrefações encontram-se confortáveis para garantir suas aquisições, num período em que cresce a demanda no Hemisfério Norte com a chegada da temporada fria. 

As indústrias estão comprando da mão-para-boca e a tática vem funcionando, com as cotações internacionais recuando. Nova York já está testando a linha de 1,50 dólares por libra-peso no contrato dezembro. 

Contudo, traders indicam que o mercado está próximo de uma recuperação técnica, com cobertura de posições, já que Nova York está sujeita a um ajuste natural após as recentes quedas acumuladas.

Os contratos com entrega em dezembro de 2012 encerram as cotações a 151,00 dólares por libra-peso com desvalorização de 370 pontos. Já março/13 fecha a 155,85 dólares por libra-peso com queda de 390 pontos. As cotações de maio/13 encerram a 158,65 dólares por libra-peso com baixa de 400 pontos.
Tags:
Por:
Taany Maeno Silva
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário