Procafé: Cafeeiros novos com topo da copa achatado é indício de pouca água

Publicado em 20/03/2019 12:01
95 exibições

 Plantas novas de cafeeiros, na fase de formação das lavouras, podem apresentar o topo achatado, chamando a atenção dos técnicos, sobre quais seriam as causas desse comportamento. As evidências mais recentes, em campo, colocam a falta parcial de água no solo como uma das principais responsáveis por isso.

Quando em visitas a lavouras cafeeiras, no campo, frequentemente são observadas coisas novas ocorrendo em cafeeiros, para as quais nem sempre podem ser definidas, com precisão, as causas desses aspectos diferentes nas plantas.

Uma observação que pode ser feita, eventualmente, em lavouras de café em formação é o formato anormal da copa dos cafeeiros jovens. Ao se olhar para a planta ou para linha de cafeeiros se observa o topo achatado, como se houvesse passado a régua por em cima, sendo que os ramos laterais ficam em posição de altura semelhante ou até mais altos do que o ponteiro da planta. O normal seria o topo da planta com ramos do ponteiro em posição mais alta, formando uma espécie de cone e não um cilindro.

A princípio, pode-se suspeitar, como causa do achatamento, a falta de boro, porem ao se observar a folhagem não aparecem, normalmente, sintomas de carência de boro nas folhas. Além disso, os problemas de formato da copa ocorrem mesmo em plantas muito bem nutridas.

Por outro lado, tem sido verificado que o problema de achatamento aparece em épocas de veranicos, com menor suprimento de água no solo. Adiciona-se que ao lado dos sintomas de achatamento aparecem  ramos laterais com folhas mais velhas pendidas para baixo (tipo orelha de zebu), umas sobre as outras, indicando uma espécie de defesa para reduzir a transpiração. No mesmo sentido, para reforçar a causa ligada à falta parcial de água, pode-se verificar que no processo de subida da água para a planta, a pouca água chega primeiro nos ramos laterais, por estarem implantados mais em baixo e na parte grossa do tronco. Já o ponteiro, na parte alta da planta e em tronco fino, seria a última parte a ser atendida pela pouca água, deste modo crescendo menos.

Em conclusão, existem evidencias, várias, da causa apontada do achatamento da copa de cafeeiros jovens ligada ao suprimento de água à planta. No entanto, podem aparecer novas hipóteses, sinalizando causas outras, as quais serão analisadas visando o melhor entendimento do problema.

Finalmente, é importante esclarecer que o crescimento das plantas de café, de forma achatada, fora do normal, tem se mostrado de caráter temporário e sem maior importância econômica. Como os cafeeiros, hoje em dia, apresentam alto vigor e precocidade de crescimento, pode ser que essa redução temporária até seja favorável, para melhor equilíbrio da parte aérea com o sistema radicular das plantas.

Procafé

Procafé

Tags:
Fonte: Procafé

Nenhum comentário