Café tem dia sem grandes movimentações e cotações finalizam próximo da estabilidade tanto em NY como no Brasil

Publicado em 27/04/2020 16:48 e atualizado em 27/04/2020 17:41 254 exibições

LOGO nalogo

A retomada dos negócios na Bolsa de Nova York (ICE Future US) aconteceu sem grandes variações para os preços no mercado futuro. Após as quedas expressivas na última sessão, a segunda-feira (27) iniciou com movimentações de altas em Nova York, recuou no início da tarde e encerrou o pregão com quedas de até 55 pontos nas principais referências.

Maio/20 encerrou valendo 104,60 cents, com baixa de 60 pontos. Julho/20 encerrou com baixa de 55 pontos, valendo 106,20 cents/lbp, setembro/20 registrou a mesma baixa, valendo 107,30 cents/lbp e a mesma variação foi registrada para dezembro, negociado por 109,05 cents/lbp. 

>>> Apesar do dólar, cenário ainda é positivo para o café; Colheita do Conilon tem início com possibilidade de quebras na produção

O especialista Marcus Magalhães afirma ainda que apesar das baixas e todas as incertezas que atinge o setor financeiro, o cenário para o café do mercado continua sendo positivo. "Hoje especificamente o petróleo lá fora está caindo acima de 20%, mas o café até então está em alta, indicando que passado o efeito emocional do mercado a razão volta a imperar e o café ganha sustentação", comenta. 

O site internacional Barchart destacou em sua análise diária o clima nas regiões produtoras do Brasil. "O tempo seco no Brasil é benéfico para a colheita de café do país e também pesa nos preços do café", afirma. A Somar Meteorologia disse hoje que as chuvas em Minas Gerais, a maior região produtora de café arábica do Brasil, foram de apenas 0,1 mm na semana passada, ou 1% da média histórica.

>>> Outono favorece incidência da Phoma nos cafezais: Praga pode resultar em até 43% de quebra na produção
 

O mercado físico brasileiro também operou próximo da estabilidade nesta segunda-feira (27)

O tipo 6 duro teve queda de 1,64% em Poços de Caldas/MG, valendo R$ 600,00. Guaxupé/MG manteve o valor de R$ 585,00. Patrocínio/MG manteve o valor de R$ 590,00 e Araguarí/MG manteve a estabilidade por R$ 580,00. Os mesmos valores foram mantidos em Varignha/MG. 

O tipo cereja descascado teve baixa de 2,44% em Varginha/MG, valendo R$ 600,00. Poços de Caldas/MG registrou queda de 1,43%, valendo R$ 690,00. Guaxuope/MG manteve os valores R$ 630,00. Patrocínio/MG também manteve a estabilidade por R$ 640,00.

O tipo 4/5 teve baixa apenas em Poços de Caldas/MG, de 1,61% e valendo R$ 610,00. Varginha/MG manteve a estabilidade por R$ 590,00. Os mesmos valores foram registrados em Franca/SP. 

 

Tags:
Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário