Fortes chuvas podem afetar qualidade da safra de café de Uganda

Publicado em 27/05/2020 14:31 107 exibições

LOGO REUTERS

Por Elias Biryabarema

CAMPALA (Reuters) - A qualidade da safra de café de Uganda pode diminuir nos próximos meses, à medida que as fortes chuvas registradas pelo país da África Oriental reduzem a quantidade de sol necessária para a secagem dos grãos, disse um membro do setor à Reuters nesta quarta-feira.

Uganda é o principal país exportador de café da África, à frente da Etiópia, e cultiva principalmente a variedade robusta.

O país foi atingido por tempestades incomuns iniciadas no último mês de agosto, que resultaram em mortes, desalojamentos e grandes danos a estradas e outros ativos de infraestrutura.

O oeste de Uganda, incluindo os pés das montanhas Rwenzori, uma das principais áreas cafeicultoras do país, recebeu parte das chuvas mais intensas até agora.

"O processo de secagem é um grande problema na maior parte desses lugares... O tempo não está bom para a secagem", disse à Reuters o presidente do Sindicato Nacional de Agronegócio, Café e Empreendimentos Agrícolas de Uganda (Nucafe, na sigla em inglês), David Muwonge.

"Há um grande risco de que os grãos mofem, a não ser que os agricultores sejam bem sensibilizados."

A Autoridade para o Desenvolvimento do Café de Uganda (UCDA, na sigla em inglês), órgão regulador estatal, estima que as exportações de café do país avancem em 16%, para 5,1 milhões de sacas de 60 quilos, na atual temporada, que termina em setembro.

Muwonge disse que os danos causados pelas chuvas e inundações a infraestruturas de transporte provavelmente vão desacelerar o fluxo do produto proveniente de fazendas e centros de colheita em algumas das áreas rurais mais remotas.

Tags:
Fonte:
Reuters

0 comentário