Café tem dia sem grandes variações e queda do dólar dá suporte aos preços em NY; Brasil tem dia de quedas

Publicado em 02/06/2020 17:01 e atualizado em 02/06/2020 17:32 345 exibições

LOGO nalogo

O mercado futuro do café arábica finalizou a sessão desta terça-feira (2) com poucas movimentações na Bolsa de Nova York (ICE Future US). A sessão foi tranquila, em um dia de realização de lucros, após altas no início da semana. 

Julho/20 teve queda de 10 pontos, valendo 98,20 cents/lbp, setembro/20 registrou desvalorização de 25 pontos, negociado por 99,75 cents/lbp, dezembro/20 teve baixa de 15 pontos, valendo 102,10 cents/lbp e março/21 registrou baixa de 5 pontos, cotado por 104,40 cents/lbp. 

"Os preços do café na terça-feira se estabilizaram. As perdas no café arábica foram limitadas pela força do real, que subiu acentuadamente em 2,73% em relação ao dólar na terça-feira, para uma alta de 1-1 / 2 mês", detacou o site internacional Barchart em sua análise diária. O real mais forte desencoraja as vendas de exportação dos produtores de café do Brasil.

Segundo a agência de notícias Reuters, o dólar sofreu massivas vendas no mercado brasileiro nesta terça-feira que o levaram à maior queda diária em dois anos, em meio a um dia de perdas generalizadas para a divisa norte-americana diante de otimismo quanto à recuperação da economia mundial pós-pandemia.

No mercado físico brasileiro, o pregão finalizou com baixas nas principais praças produtoras do país. 

O tipo 6 duro não registrou variações em Guaxupé/MG, mantendo o valor de R$ 530,00. Poços de Caldas/MG registrou queda de 3,06%, negociado por R$ 475,00. Patrocínio/MG teve baixa de 1,89%, negociado por R$ 520,00 e Varginha/MG registrou baixa de 1,80%, negociado por R$ 545,00. Araguarí/MG manteve a estabilidade por R$ 550,00. Já em Espírito Santo do Pinhal/SP foi registrada alta de 5,26%, sendo negociado por R$ 600,00.

O tipo 4/5 teve baixa de 3% em Poços de Caldas/MG, valendo R$ 485,00. Varginha/MG registrou queda de 1,77%, negociado por R$ 555,00 e Franca/SP teve queda de 1,89%, valendo R$ 520,00.

O tipo cereja descascado não registrou variações em Guaxupé/MG, valendo R$ 595,00. Poços de Caldas/MG teve queda de 2,63%, valendo R$ 555,00, Patrocínio/MG registrou desvalorização de 1,72%, negociado por R$ 570,00 e Varginha/MG registrou baixa de 2,54%, valendo R$ 575,00.

 

Tags:
Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário