Café: Pregão tranquilo em NY, com mercado de olho no dólar e na colheita

Publicado em 04/06/2020 12:09 187 exibições

LOGO nalogo

Os preços na Bolsa de Nova York (ICE Future US) seguem registrando quedas técnicas para os principais contratos no mercado futuro do café arábica. Apesar das quedas, mercado segue desenhando mais um dia de tranquilidade no exterior, em um momento em que acompanha a colheita no Brasil, que já avançou para 8%, segundo dados da Cooxupé.

Por volta de 12h08 (horário de Brasília), julho/20 tinha baixa de 75 pontos, valendo 98,35 cents/lbp, setembro/20 registrava queda de 70 pontos, valendo 99,85 cents/lbp, dezembro/20 tinha baixa de 70 pontos, valendo 102,10 cents/lbp e março/21 registrava desvalorização de 75 pontos, valendo 104,25 cents/lbp.

Por volta de 12h10, o dólar registrava alta de 0,14% e era negociado por R$ 5,09 na venda. O dólar mais alto tem como característica pressionar os preços para baixo em Nova York, mas também pode dar suporte às exportações.  

Mercado Interno - Última sessão 

O tipo 6 duro teve queda de 5,66% em Guaxupé/MG, negociado por R$ 500,00. Poços de Caldas/MG registrou valorização de 4,21%, estabelecendo os preços por R$ 495,00. Patrocínio/MG teve baixa de 2,88%, valendo R$ 505,00. Campos Gerais/MG registrou baixa de 1,76%, valendo R$ 502,00. Espírito Santo do Pinhal/SP teve valorização de 1,67%, estabelecendo os preços por R$ 610,00. 

O tipo 4/5 registrou variações apenas em Poços de Caldas/MG, com valorização de 4,12% e preços definidos por R$ 505,00. Varginha/MG manteve a estabilidade por R$ 555,00 e Franca/SP manteve o valor de R$ 520,00.

O tipo cereja descascado teve queda de 4,20% em Guaxupé/MG, valendo R$ 570,00. Patrocínio/MG registrou baixa de 2,63%, sendo negociado por R$ 555,00. Poços de Caldas/MG registrou alta de 6,31%, valendo R$ 590,00. Varginha/MG manteve a estabilidade por R$ 575,00.

Tags:
Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário