Bolsa de NY: Café encerra semana com baixas técnicas de olho no clima e avaliando consumo

Publicado em 02/07/2020 16:22 e atualizado em 02/07/2020 17:06 524 exibições
Principais contratos finalizaram o pregão com quedas de 80 pontos

LOGO nalogo


O mercado futuro do café arábica encerrou a quinta-feira (2) com baixas para os principais contratos na Bolsa de Nova York (ICE Future US). Os preços voltaram a cair, com a preocupação do mercado em relação ao consumo de café e especulações de que as cafeterias passem mais tempo ainda fechadas por conta da pandemia. 

Julho/20 teve queda de 80 pontos, valendo 102,25 cents/lbp, setembro/20 registrou a mesma desvalorização, sendo negociado por 103,20 cents/lbp, dezembro/20 teve queda de 65 pontos, valendo 105,90 cents/lbp e março/21 caiu 55 pontos, valendo 107,95 cents/lbp. 

O site internacional Barchart manteve em sua análise final do dia, que as incertezas sobre o consumo do café deram suporte para as quedas desta quinta-feira (2). "Os preços do café na quinta-feira fecharam em baixa, com a preocupação de que a piora da pandemia manterá os bloqueios por mais tempo, prejudicando a demanda de café de restaurantes e cafés", afirmou em seu relatório. Destacou ainda que os Estados Unidos divulgaram na última quarta-feira (1º)que as novas infecções por vírus aumentaram 51.374, um aumento de 1,95% em relação à terça-feira.

>>> Produtores da Costa Rica sofrem com falta de mão de obra para colheita

Além disso, o mercado segue acompanhando as condições climáticas no Brasil, que apontam para uma queda de temperatura na região sul de Minas Gerais nos próximos dias. Segundo as previsões do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), há previsão de geadas para o extremo sul de Minas Gerais para a próxima madrugada. 

No Brasil, o mercado físico encerrou com variações estáveis nas primeiras praças produtoras do país. 

O tipo 6 bebida dura bica corrida teve queda de 0,93% em Guaxupé/MG, sendo negociado por R$ 532,00. Espírito Santo do Pinhal/SP teve baixa de 2,08%, valendo R$ 470,00. Poços de Caldas/MG manteve a estabilidade por R$ 520,00, Patrocínio/MG manteve o valor R$ 525,00 e Varginha/MG manteve os valores por R$ 540,00.

O tipo cereja descascado teve queda apenas em Guaxupé/MG, de 0,83%, valendo R$ 600,00. Poços de Caldas/MG manteve o valor de R$ 610,00, Patrocínio/MG manteve o valor de R$ 575,00, Varginha/MG manteve o valor de R$ 605,00 e Campos Gerais/MG manteve o valor de R$ 582,00. 

>>> Veja mais cotações aqui

 

Tags:
Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário