Café segue tendo dia tranquilo e de poucas variações na Bolsa de Nova York

Publicado em 08/07/2020 13:52

LOGO nalogo

O mercado futuro do café arábica segue operando sem grandes variações na Bolsa de Nova York (ICE Future US). O pregão desta quarta-feira (8) mantém as movimentações técnicas, realizando os lucros da sessão anterior. 

Por volta das 13h51 (horário de Brasília), setembro/20 tinha queda de 10 pontos, valendo 100,20 cents/lbp, dezembro/20 tinha baixa de 15 pontos, negociado por 102,75 cents/lbp, março/21 tinha queda de 25 pontos, valendo 104,75 cents/lbp e maio/21 desvalorizava 10 pontos, valendo 106,10 cents/lbp. 

Os contratos registram altas técnicas na parte da manhã, motivadas pelo câmbio, mas voltaram a recuar no início da tarde. "Os preços do café nesta manhã estão subindo, uma vez que a força do real em relação ao dólar provocou alguma cobertura no futuro do café. O real subiu 0,66% em relação ao dólar hoje, o que desencoraja as vendas de exportação dos produtores de café do Brasil", afirmou o site internacional Barchart em sua análise diária. 

Também por volta deste horário, o dólar tinha queda de 0,61% e era cotado por R$ 5,35 na venda. O dólar desvalorizado tende a dar suporte de alta na Bolsa de Nova York. Apesar das quedas, os valores continuam positivos para encorajar as exportações. O Brasil é o maior produtor e exportador de café do mundo.

Outro ponto positivo para os preços do café é o aperto no suprimento de café. Os estoques de café arábica monitorados pelo ICE na terça-feira caíram para um mínimo de 2-3 / 4 anos de 1,652 milhão de sacas e os estoques de café robusta monitorados pelo ICE na quarta-feira caíram para um mínimo de 17-1 / 2 meses.

 

Tags:
Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário