Café inicia semana com valorização técnicas em Nova York e no mercado físico

Publicado em 13/07/2020 17:38 357 exibições
Setembro/20 teve alta de 125 pontos, valendo 98,65 cents/lbp

LOGO nalogo

O mercado futuro do café arábica voltou a encerrar as cotações com altas para os principais contratos na Bolsa de Nova York (ICE Future US). Os preços do café nesta segunda-feira se recuperaram de perdas antecipadas e fecharam em alta. "O café arábica recuperou-se de uma baixa de duas semanas e fechou em alta com o aperto no suprimento atual de café", destacou o site internacional Barchart em sua análise diária. 

Setembro/20 teve alta de 125 pontos, valendo 98,65 cents/lbp, dezembro/20 subiu 120 pontos, valendo 101,25 cents/lbp, março/21 teve alta de 110 pontos, negociado por 103,30 cents/lbp e maio/21  teve valorização de 105 pontos, sendo negociado por 104,60 cents/lbp. 

>>> Em 10 anos Brasil terá que produzir mínimo 72 milhões de sacas de café para atender mercados interno e externo

Ainda de acordo com a análise internacional, as perspectivas de amplas ofertas futuras e a demanda suspeita continuam pesando nos preços do café arábica. Além das preocupações com a demanda por conta da pandemia do Coronavírus, analistas ouvidos pelo Notícias Agrícolas destacam que a partir de agora o mercado tende a ser climático e as condições do tempo no Brasil devem ditar o ritmo dos preços no exterior, refletindo também no mercado físico brasileiro.

As previsões do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), indicam que a semana continuará com tempo estável no sul de Minas Gerais, maior região produtora do país. Além disso, as temperaturas nos próximos dias também  não devem levar riscos para o café. 

>>> Café: Brasil exporta 2,8 milhões de sacas em junho e totaliza receita cambial de US$ 327,5 milhões

No Brasil, o primeiro pregão da semana terminou com variações de altas nas principais regiões produtoras do país. 

O tipo 6 bebida dura bica corrida teve alta de 1,01% em Poços de Caldas/MG, valendo R$ 500,00. Patrocínio/MG registrou valorização de 2%, negociado por R$ 510,00, Araguarí/MG teve alta de 0,97%, valendo R$ 520,00, Varginha/MG registrou valorização de 0,96%, negociado por R$ 525,00 e Campos Gerais/MG teve alta de 0,97%, negociado por R$ 521,00.

O tipo cereja descascado teve alta de 1,82% em Patrocínio/MG, negociado por R$ 560,00, Varginha/MG registrou alta de 0,84%, valendo R$ 600,00 e Campos Gerais/MG teve valorização de 0,87%, valendo R$ 581,00.

>>> Veja mais cotações aqui

Tags:
Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário