Dólar sobe e café passa a operar com baixas na Bolsa de Nova York

Publicado em 06/08/2020 13:23 260 exibições

LOGO nalogo

O mercado futuro do café opera com quedas para os principais contratos na Bolsa de Nova York (ICE Future US). "Os preços do café nesta manhã estão um pouco mais fracos, já que a força do real em relação ao dólar hoje provocou uma longa liquidação nos futuros do café", destacou o site internacional Barchart em sua análise diária. 

Por volta das 13h22 (horário de Brasília), setembro/20 registrava queda de 335 pontos, valendo 118,20 cents/lbp, dezembro/20 tinha baixa de 335 pontos, negociado por 120,10 cents/lbp, março/21 tinha queda de 320 pontos, valendo 122,20 cents/lbp e maio/21 registrava baixa de 315 pontos, valendo 123,15 cents/lbp. 

Também por volta deste horário, o dólar registrava valorização de 1,03% e era cotado por R$ 5,35 na venda. O dólar valorizado pode dar suporte de quedas para os preços na Bolsa. Em contrapartida, os valores são positivos para as exportações brasileiras. O Brasil é o maior produtor e exportador de café do mundo. 

>>> Chuvas abaixo da média deixam cafeicultores do sul de Minas em alerta

"O dólar avançava acentuadamente contra o real nesta quinta-feira, refletindo o corte da Selic a nova mínima histórica de 2% na véspera pelo Copom, em meio a sinais cautelosos de que a porta para mais ajustes nos juros segue aberta", destacou a agência Reuters.

A análise indica ainda que o Comitê de Política Monetária do Banco Central cortou na quarta-feira a Selic em 0,25 ponto a 2% ao ano, em linha com expectativa majoritária do mercado, e manteve a porta aberta para novos ajustes na taxa de juros à frente, embora tenha pontuado que, se vierem, eles serão ainda mais graduais e dependerão da situação das contas públicas

Ainda de acordo com o Barchart, o suprimento de café continua a apertar, o que é otimista para os preços do café, já que os estoques de café arábica monitorados pela ICE na quarta-feira caíram para uma baixa de três anos em 1.523 milhões de sacas. 

Mercado Interno - Última sessão 

O tipo 6 bebida dura bica corrida teve alta de 0,84% em Poços de Caldas/MG, negociado por R$ 597,00. Campos Gerais/MG registrou alta de 1,63%, valendo R$ 625,00. Em Franca/SP, a alta foi mais expressiva, de 3,33% e negócios fechados por R$ 620,00. Guaxupé/MG manteve o valor de R$ 617,00, Patrocínio/MG manteve o valor de R$ 590,00, Varginha/MG manteve por R$ 600,00 e Araguarí/MG manteve o valor de R$ 595,00.

O tipo cereja descascado teve alta de 0,96% em Poços de Caldas/MG, valendo R$ 739,00. Guaxupé/MG manteve o valor de R$ 660,00, Patrocínio/MG manteve o valor de R$ 640,00 e Varginha/MG manteve o valor de R$ 650,00. 

>>> Confira mais cotações aqui

Tags:
Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário