Café: Arábica segue operando com realização de lucro e correção; baixas ultrapassam os 300 pontos em NY

Publicado em 09/09/2020 13:20 e atualizado em 09/09/2020 15:26 312 exibições

LOGO nalogo

O mercado futuro do café arábica segue operando com baicas para os principais contratos no pregão desta quarta-feira (9) na Bolsa de Nova York. No início da tarde as perdas ultrapassavam os 300 pontos e o contrato de referência voltou a ser negociado abaixo dos 130 centavos por libra peso. 

 

Por volta das 13h19 (horário de Brasília), dezembro/20 registrava queda de 340 pontos, valendo 128,70 cents/lbp, março/21 tinha baixa de 325 pontos, negociado por 129,50 cents/lbp, maio/21 tinha queda de 315 pontos, negociado por 130,35 cents/lbp e julho/21 registrava desvalorização de 330 pontos, valendo 131 cents/lbp. 

 

De acordo com o analista Eduardo Carvalhaes, após altas expressivas na última semana é natural que o mercado realize sessões com realização de lucros e correções. "Os preços do café estão se consolidando após uma tendência de alta nas últimas quatro semanas, para máximas 2 meses, na sexta-feira passada, devido aos estoques em queda", comentou o site internacional Barchart. 

 

Colheita da Cooxupé

 

Os cooperados da Cooperativa Regional de Cafeicultores em Guaxupé (Cooxupé), no sul de Minas, colheram 94,78% da safra de café 2020, conforme levantamento divulgado nesta quarta-feira de manhã pela cooperativa, que é a maior do País no segmento. A apuração foi feita na semana até 4 de setembro e representa avanço de 2,24 pontos porcentuais ante a semana anterior (92,54%).

Em relação a igual período de 2019, os trabalhos de campo estão 3,91 pontos porcentuais atrasados pois, naquela semana do ano passado, 98,69% da safra de bienalidade negativa já havia sido colhida. Na comparação com 2018 (94,78%) - ano de binualidade positiva, como este ano -, os trabalhos estão no mesmo ritmo.

A região de atuação da cooperativa com trabalho mais adiantado é São Paulo, com 99,27% (ante 98,32% na semana passada). Em seguida, vem o sul de Minas Gerais, com 98,39% (ante 97,09%) e, por fim, o cerrado mineiro, com 88,11% (84,13% na semana passada).

 

Preços do conilon 

Já em Londres, o café tipo conilon opera com estabilidade para os principais contratos na Bolsa de Londres(ICE Futures Europe). Novembro/20 registrava alta de US$ 1 por tonelada, valendo US$ 1412, janeiro/21 tinha valorização de US$ 3 por tonelada, negociado por US$ 1426, março/21 tinha alta de U$ 1 por tonelada, valendo US$ 1438 e maio/21 registrava baixa de US$ 1 por tonelada, negociado por US$ 1449. 

 

Segundo o site internacional Barchart, a expectativa de uma quebra na produção no Vietña tem dado suporte aos preços do café. Na semana passada, segundo maior exportador de café do Vietnã, previu que a produção de 2020/21 pode cair -4,8%. 

 

Leia Mais:

+ Previsão estendida sinaliza chance de chuvas para o Sudeste, mas ainda de maneira irregular

Tags:
Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário