Café: Nova York e Londres finalizam com valorização técnica nesta 5ª; mercado físico mantém estabilidade

Publicado em 24/09/2020 16:24 e atualizado em 24/09/2020 17:02 358 exibições

LOGO nalogo

A quinta-feira (24) finalizou sem grandes variações para os preços do café na Bolsa de Nova York (ICE Future US). O mercado teve um dia tranquilo e com altas técnicas para as principais referências. "Os preços do café fecharam na quinta-feira com ganhos moderados, uma vez que consolidaram acima das mínimas de 2 meses de quarta-feira", destacou o site internacional Barchart em sua análise diária. 

Dezembro/20 teve alta de 65 pontos, valendo 111,15 cents/lbp, março/21 subiu 60 pontos, negociado por 112,85 cents/lbp, maio/21 teve valorização de 60 pontos, negociado por 114,30 cents/lbp e julho/21 subiu 50 pontos, negociado por 115,65 cents/lbp. 

O pregão também foi de poucas variações para o café tipo conilon na Bolsa de Londres. Novembro/20 teve alta de US$ 3 por tonelada, valendo US$ 1352, janeiro/21 teve alta de US$ 3 por tonelada, valendo US$ 1368, março/21 subiu US$ 2 por tonelada, negociado por US$ 1380 e maio/21 também teve alta de US$ 2 por tonelada, negociado por US$ 1395.

Segundo a análise internacional, preocupações com a demanda de café voltaram a sondar o mercado neste pregão. "As preocupações com a demanda continuam pesando sobre os preços do café, uma vez que o ressurgimento da pandemia global de Covid pode levar os países a impor restrições que controlem o crescimento econômico e o consumo de café", afirmou. 

No Brasil, o mercado físico finalizou com preços estáveis nas principais praças produtoras do país. 

O tipo 6 bebida dura bica corrida teve alta de 0,36% em Guaxupé/MG, valendo R$ 559,00, Campos Gerais/MG registrou baixa de 0,72%, valendo R$ 548,00. Poços de Caldas/MG manteve a estabilidade por R$ 530,00, Patrocínio/MG manteve o valor de R$ 540,00, Araguarí/MG manteve o valor de R$ 545,00 e Varginha/MG manteve a negociação por R$ 555,00.

O tipo cereja descascado teve valorização de 0,33% em Guaxupé/MG, valendo R$ 602,00. Poços de Caldas/MG manteve a estabilidade por R$ 580,00, Patrocínio/MG manteve o valor de R$ 590,00, Varginha/MG manteve o valor de R$ 590,00 e Campos Gerais/MG teve queda de 0,65%, negociado por R$ 608,00.

Leia Mais:

+ Cooxupé desmente estoques excessivos e diz que "esse é o melhor momento do café"

Tags:
Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário