Café: Mercado reage e altas ultrapassam os 200 pontos em NY

Publicado em 30/09/2020 12:04 424 exibições

LOGO nalogo

Após iniciar o dia com altas acima dos 100 pontos na Bolsa de Nova York (ICE Future US), o mercado reagiu e voltou a ter altas acima de 200 pontos no pregão desta quarta-feira (30). 

Por volta das 12h01 (horário de Brasília), dezembro/20 tinha alta de 235 pontos, valendo 111,90 cents/lbp, março/21 subia 225 pontos, negociado por 113,65 cents/lbp, maio/21 tinha alta de 215 pontos, negociado por 114,95 cents/lbp e julho/21 registrava valorização de 210 pontos, sendo negociado por 116,30 cents/lbp. 

Haroldo Bonfá, analista de mercado da Pharos Consultoria, destaca que a movimentação faz parte da recuperação nos preços após quedas acima de 400 pontos serem registradas na semana passada. "Considero o movimento dentro da normalidade. O mercado tentou romper os 110 centavos de dólar por libra-peso, subiu um pouco e agora temos essa alteração", comenta. 

Segundo Haroldo, o mercado segue acompanhando as condições do clima no Brasil, com a expectativa de novas chuvas nas primeiras semanas de Outubro. Nas duas últimas semanas chuvas pontuais foram registradas em áreas do café, mas ainda de maneira muito irregular e com volumes abaixo do esperado para suprir as necessidades das planta.

A onda de calor em atuação sobre todo o Brasil também preocupa o setor. As previsões mais recentes do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) indicam que as temperaturas podem ultrapassar os 40ºC no Triângulo Mineiro nesta quarta-feira. A tendência é que o alívio nas temperaturas aconteça apenas no final de semana e apenas para algumas áreas do café. 

>>> Onda de calor: Inmet prevê temperatura na casa dos 40ºC para todo o Brasil nesta quarta-feira

Colheita Cooxupé 

 

Os cooperados da Cooperativa Regional de Cafeicultores em Guaxupé (Cooxupé), no sul de Minas, colheram 98,80% da safra de café 2020, conforme levantamento divulgado hoje de manhã pela cooperativa, que é a maior do País no segmento exportador. A apuração foi feita na semana até 25 de setembro. Na semana anterior, até o dia 18, a colheita estava em 98,02%.

Em relação aos últimos cinco anos, nesta mesma época, a colheita na área de atuação da Cooxupé não havia terminado apenas em 2016 (99,29%) e em 2015 (97,21%).

A região de atuação da cooperativa com trabalho concluído é São Paulo. No sul de Minas, a colheita está 99,99% concluída (ante 99,98% na semana passada). No cerrado mineiro, a colheita está concluída em 96,93% das plantações (94,47% na semana passada).

 

Tags:
Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário