Café: Nova York reage e registra altas nesta 6ª feira, minimizando baixas do último pregão

Publicado em 02/10/2020 12:33 e atualizado em 02/10/2020 14:01 239 exibições

LOGO nalogo

Após iniciar o dia com quedas técnicas, o mercado futuro do café arábica passou a operar com valorização para os principais contratos nesta sexta-feira (2) na Bolsa de Nova York (ICE Future US). Os contratos recuperam parte das baixas registradas na última sessão. 

Por volta das 12h31 (horário de Brasília), dezembro/20 tinha alta de 210 pontos, valendo 109,15 cents/lbp, março/21 subia 210 pontos, negociado por 111,30 cents/lbp, maio/21 tinha valorização de 190 pontos, valendo 112,55 cents/lbp e julho/21 subia 160 pontos, negociado por 113,70 cents/lbp. 

Também por volta deste horário, o dólar registrava queda de 0,16% e era cotado por R$ 5,65 na venda. O dólar em desvalorização pode dar suporte de alta na Bolsa. Mesmo com a ligeira queda, os valores continuam positivos para as exportações. O Brasil é o maior produtor e exportador de café do mundo. 

>>> "Setembro foi de grande aversão ao risco para todos os mercados, mas o café sentiu mais os impactos", analisa Safras & Mercado

As condições do clima no Brasil também ajudam a ditar o ritmo do mercado. "As incertezas sobre o volume das novas chuvas que devem chegar a partir da segunda semana de outubro, e consequentemente, como será o tamanho da próxima safra em 2021, continuam dando espaço para especuladores e fundos de investimentos pressionarem as cotações", vou a destacar o analista Eduardo Carvalhaes. 

Já o café tipo conilon operava com estabilidade na Bolsa de Londres. Novembro/20 tinha alta de US$ 11 por tonelada, negociado por US$ 1299, janeiro/21 tinha alta de US$ 1 por tonelada, negociado por US$ 1316, março/21 subia US$ 1 por tonelada, valendo US$ 1333 e maio/21 não registrava variações, mantendo o valor de US$ 1350.

Mercado Interno - Última sessão 

O tipo 6 bebida dura bica corrida teve queda de 1,78% em Guaxupé/MG, negociado por R$ 552,00, Poços de Caldas/MG teve baixa de 1,90%, valendo R$ 515,00, Araguarí/MG teve queda de 1,85%, valendo R$ 530,00 e Varginha/MG registrou queda de 3,54%, negociado por R$ 545,00, Franca/SP teve baixa de 2,68%, estabelecendo os preços por R$ 545,00.

O tipo cereja descascado teve queda de 1,65% em Guaxupé, valendo R$ 595,00, Poços de Caldas/MG encerrou com baixa de 1,74%, valendo R$ 565,00, Varginha/MG teve queda de 3,23%, negociado por R$ 600,00 e Patrocínio/MG manteve a estabilidade por R$ 595,00.

>> Veja mais cotações aqui

 

Tags:
Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário