Café: Arábica tem dia estabilidade em Nova York e no BR; Londres sobe mais de US$ 20 por tonelada

Publicado em 14/10/2020 16:32 339 exibições

LOGO nalogo

O mercado futuro do café arábica teve um dia de poucas oscilações nesta quarta-feira (14) na Bolsa de Nova York (ICE Future US). 

Dezembro/20 registrou queda de 50 pontos, valendo 109,60 cents/lbp, março/21 registrou baixa de 40 pontos, negociado por 112,20 cents/lbp, maio/21 teve queda de 40 pontos, valendo 113,70 cents/lbp e julho/21 encerrou com desvalorização de 45 pontos, valendo 115,10 cents/lbp. 

O setor segue acompanhando de perto as condições das lavouras brasileiras. Após um longo período de estiagem, volta a chover gradativamente na maior região de produção de café do Brasil, levando alívio ao produtor. Especialistas já dão como certa as baixas para as próximas produções, mas ainda não é possível quantificar o tamanho do impacto da falta de chuva. De acordo com o NOAA, o estado mineiro pode receber volumes acima dos 100 mm nos próximos sete dias. 

De acordo com informações enviadas ao Notícias Agrícolas, a queda de granizo já foi registradas nas cidades de Biaguatinga,  Carmo do Rio Claro e ventos acima de 70km/h também já foram registrados por produtores. O Notícias Agrícolas apura se o granizo também atingiu as áreas de produção de café do estado. 

>>> Granizo em Minas Gerais: Inmet tem alerta amarelo de tempestade para o estado

No Brasil, a quarta-feira também foi de estabilidade para as principais praças produtoras do país. O tipo 6 bebida dura bica corrida teve alta de 0,89% em Guaxupé/MG, valendo R$ 567,00. Poços de Caldas/MG manteve a estabilidade por R$ 520,00, Patrocínio/MG manteve o valor de R$ 550,00, Araguarí/MG manteve o valor de R$ 560,00 e Varginha/MG manteve o valor de R$ 555,00.

O tipo cereja descascado teve alta de 0,83% em Guaxupé/MG, valendo R$ 610,00, Poços de Caldas/MG manteve a estabilidade por R$ 570,00, Patrocínio/MG manteve o valor por R$ 600,00 e Varginha/MG manteve a estabilidade por R$ 600,00.

Já o café tipo conilon, após dias de estabilidade voltou a subir nesta quarta-feira (14) na Bolsa de Londres. Novembro/20 teve alta de US$ 27 por tonelada, valendo US$ 1250, janeiro/21 teve valorização de US$ 26 por tonelada, valendo US$ 1276, março/21 teve alta de US$ 23 por tonelada, valendo US$ 1286 e maio/21 registrou valorização de US$ 21 por tonelada, negociado por US$ 1300.

"O Robusta se recuperou da baixa de 3 meses de terça-feira e subiu na quarta-feira, depois que uma queda nos estoques de robusta da ICE gerou cobertura vendida", destacou o site internacional Barchart em sua análise diária. 

>>> Veja mais cotações aqui

Tags:
Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário