Café: Retração vendedora e demanda firme sustentam robusta

Publicado em 08/11/2011 15:24 e atualizado em 08/11/2011 16:10 314 exibições
Os preços do café robusta têm se mantido firmes no mercado brasileiro. Mesmo com o
volume recorde na safra 2011/12 do Espírito Santo e com os recentes recuos nas cotações
da variedade na Bolsa de Londres (Euronext Liffe), as bases no físico brasileiro não registraram quedas. Segundo colaboradores do Cepea, a forte retração vendedora e a demanda firme por parte de torrefadoras nacionais são os principais fatores que têm sustentado os preços internos.

Com grande parte dos grãos da safra 2011/12 já comercializados, produtores têm segurado os
lotes restantes, ofertando pequenos volumes apenas quando os valores são considerados mais favoráveis.

A firmeza no Brasil num momento em que as cotações internacionais recuam mostram que,
ao contrário da variedade arábica, os preços internos do robusta nem sempre são
diretamente influenciados pelo cenário externo. Esse “descolamento” foi mais evidente em setembro, sendo observado também em outubro.

Clique aqui e confira a análise na íntegra.

Tags:
Fonte:
Cepea

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário