Carnes: evolução da produção mundial entre 2001 e 2011 segundo a FAO

Publicado em 14/06/2011 09:27 461 exibições
Pelas previsões da Agência das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO), em 2011 serão produzidas, mundialmente, 275,2 milhões de toneladas das carnes bovina, suína e avícola. Desse total, 40% virão da suinocultura, 36% da avicultura (carne de frango, principalmente, e de peru) e 24% da pecuária bovina.

Comparada com dados de 2001, a previsão atual sugere aumento de 25% na produção mundial, índice que corresponde a um adicional físico de 55,1 milhões de toneladas de carnes. O detalhe, nesse volume, é que a maior parte (30,6 milhões de toneladas, 56% do total) está representada exclusivamente pelas carnes avícolas. Ou seja: mesmo somados, os adicionais de carne bovina (5,4 milhões de toneladas, 10% do adicional total) e de carne suína (19,1 milhões de toneladas, 35% do total) ficam aquém do acréscimo proporcionado pelas carnes avícolas.

Em consequência, mudou significativamente o “mix” das três carnes na produção mundial. A participação da carne bovina recuou de 27% para 24%, enquanto a da carne suína caiu de 41% para 40%. Opostamente, a das carnes avícolas subiu de 32% para 36%.

Em 2001, o volume de carne avícola correspondeu a 76,5% do volume de carne suína. Em 2011, aceita a previsão da FAO, deve corresponder a mais de 90%. Mantido o crescimento médio desse período, dentro de cinco a seis anos as duas carnes estarão igualadas.

Tags:
Fonte:
AviSite

0 comentário