Primavera na Argentina começa com chuvas escassas e oscilação térmica

Publicado em 24/09/2013 16:53
537 exibições

Nesta semana, a Argentina ainda deve passar por um período de altas temperaturas, sobretudo no norte da área agrícola, que receberá ventos tropicais, proporcionando temperaturas superiores ao normal. A seca no país só deve dar trégua na próxima semana, quando uma frente fria será responsável por elevar os índices pluviométricos do país.

A produção de trigo está sendo prejudicada pela escassez de chuvas na região dos pampas. A região precisa de volumes significativos para aumentar as condições do solo. A seca também incentivar um aumento na área do plantio de soja, uma vez que deve impedir a realização do plantio de milho, ocasionando na migração dos produtores para a cultura.

A maior parte da área agricola deve registrar temperaturas entre 20ºC e 25ºC. As frentes frias devem atingir a maior parte de Buenos Aires, o centro-leste do noroeste argentino e o centro de Cuyo, onde as temperaturas ficam entre 15ºC e 20ºC. No oeste do noroeste argentino e no oeste de Cuyo, as temperaturas podem ainda ser inferiores a 10ºC.

As precipitações moderadas a muito abundantes (10 a 75 mm) estão previstas para Missiones e para o norte de Corrientes. O restante da área agrícola receberá valores escassos, com menos de 10mm de precipitações.

Há riscos de geadas para o leste do noroeste argentino, para a região do Chaco, o norte de Missiones, a maior parte de Corrientes, para o norte de Córdoba, para o norte de Santa Fé, para o leste de Cuyo e para o centro de La Pampa. Geadas generalizadas devem ocorrer também no oeste do noroeste argentino, no oeste de Cuyo, no nordeste de San Luis e nas serranias de Buenos Aires. No extremo oeste do nordeste argentino e no extremo oeste de Cuyo, as temperaturas devem chegar a -5ºC.

Chuvas podem aliviar seca na próxima semana

Na próxima semana, os ventos do setor norte retornam e provocam o aumento da temperatura na maior parte da área agrícola. As maiores temperaturas estarão concentradas no leste de Salta e no norte da região do Chaco, onde os termômetros devem registrar temperaturas entre 30ºC e 35ºC.

Uma passagem de frente fria de pampeiro irá provocar precipitações de diversas intensidades sobre grande parte da área agrícola argentina, que irá receber chuvas de 25mm a 75mm, com vários núcleos de formação de tornados com precipitações superiores a 100mm e risco de granizo e ventos, o que poderia começar a aliviar a seca que afeta a maior parte do oeste e o centro da área agrícola. 

Com informações da Bolsa de Cereais de Buenos Aires

 

Tags:
Por: Izadora Pimenta
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário