Metsul alerta para tempestades no RS. Frente fria começa a avançar, diz Climatempo

Publicado em 30/10/2014 01:15 e atualizado em 30/10/2014 08:59 1329 exibições
O oeste de Santa Catarina e do Paraná também podem ter fortes pancadas de chuva

Entre sexta-feira e segunda-feira a instabilidade predomina no Rio Grande do Sul com chuvas que podem ter altos volumes em diversas regiões, incluindo a área de Porto Alegre. Podem ser registrados acumulados de 100 mm a 200 mm em pontos do Estado. Há preocupação com níveis de rios do Sul do Estado, como a bacia do Rio Jaguarão. Na sexta, persiste a possibilidade de tempestades, mas a ameaça será menor que na quinta. O risco de tormentas deverá diminuir bastante no fim de semana.  Os mais altos índices de instabilidade são projetados pelos modelos numéricos para hoje, logo a quinta-feira é o dia que nos parece mais crítico para o risco de tempestades.

CLIMATEMPO:

Calor e temporais no Sul nesta quinta-feira

 

 

Chuva forte no RS

 

Nuvens muito carregadas se espalharam na noite desta quarta-feira sobre o sul do Rio Grande do Sul. O Inmet registrou 53,4 mm sobre Bagé em apenas 4 horas de chuva, entre 17h e 21h. Em Dom Pedrito choveu 24,6 mm entre 20h e 21h.

 

Os temporais chegam a Porto Alegre nesta quinta-feira.

 

 

 

Temporais para a Região Sul

 

Os dias de sol e de calor estão contados na maior parte da Região Sul do Brasil. Uma frente fria começa a avançar sobre a Região nesta quinta-feira (30) e traz muitas áreas de instabilidade e temporais para os próximos dias.

 

Nesta quinta-feira, os temporais devem ocorrer especialmente sobre o Rio Grande do Sul, mas o oeste de Santa Catarina e do Paraná também podem ter fortes pancadas de chuva. No decorrer da sexta-feira e no fim de semana, o risco de temporais é alto nos três estados.  A situação é de alerta para chuva forte acompanhada de raios, rajadas de vento que podem até superara os 80 km/h. Há risco de granizo.

 

Até o fim de semana o predomínio será de muitas nuvens e chuva constante em grande parte do Sul. A chuva deve enfraquecer e ocorrer em forma de garoa principalmente a partir do sábado (01), no sul do Rio Grande do Sul.

 

 

Calor e ar seco

 

Antes da chegada da frente fria a atmosfera tende a aquecer bastante, fenômeno que é conhecido em meteorologia por aquecimento pré-frontal. Com o calor e a chegada de alguma umidade é possível que ocorram pancadas de chuva durante este período. Foi este calor que os gaúchos sentiram nesta quarta-feira. Campo Bom, na Grande Porto Alegre, foi uma das cidades mais quentes do Brasil nesta quarta-feira com temperatura de quase 38°C.

 

Para esta quinta-feira, a previsão ainda é de que a temperatura comece a baixar no Rio Grande do Sul por causa da chuva e aumento de nuvens provocados por uma frente fria. Mas Santa Catarina e Paraná ainda terão muito calor.

 

Confira as temperaturas máximas registradas nas estações automáticas do Instituto Nacional de Meteorologia em 29/10/2014.

 

 

 

 

 

 

Outro fato que chamou a atenção no Sul foi o ar muito seco no Paraná. O norte deste estado foi a região mais seca do Brasil nesta quarta-feira. Em Londrina, o aeroporto registrou apenas 10% de umidade no ar.

 

 

Temporais provocam estragos na Argentina


O avanço de uma forte frente fria que conseguiu provocar chuva forte em algumas áreas da Argentina, incluindo a capital Buenos Aires. Segundo informações das estações meteorológicas automáticas os volumes de chuva chegaram aos 136,0mm acumulado em 24h, isso corresponde a média climatológica para o mês de outubro. Em um período de 24 horas é a maior chuva para um mês de outubro desde 1944.

 

A imagem do satélite meteorológico mostra a presença de fortes áreas de instabilidade na região. Os tons em vermelho mostram nuvens muito altas que são capazes de provocar temporais. As fortes rajadas de vento derrubaram árvores na capital argentina.

 

 

radar meteorológico de Ezeiza também mostrou as áreas de instabilidade e chuva forte.

Tags:
Fonte:
Metsul e Climatempo

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário