Tempo: Granizo atinge cidades do Triângulo Mineiro e fronteira com Uruguai; chuvas seguem no Sul

Publicado em 13/04/2018 11:34
2203 exibições

LOGO nalogo

Cidades do Triângulo Mineiro e fronteira com o Uruguai registraram chuvas de granizo durante a quinta-feira (13), conforme mostram fotos recebidas pelo Notícias Agrícolas e publicadas em redes sociais. O Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) havia alertado na véspera para a possibilidade dessas chuvas no Sul do país.

Chuvas intensas foram registradas nas últimas horas em áreas do Rio Grande do Sul com a chegada de uma frente fria. No entanto, os relatos de granizo são de áreas na divisa com o Uruguai. Já na região Sudeste, a condição ocorreu nos municípios de Ituiutaba (MG) e Patrocínio (MG), ambos do Triângulo Mineiro.

Ainda não há informações sobre danos em lavouras em ambas as localidades.

Veja o mapa com a previsão de precipitação acumulada para até 72 horas (14/04 a 16/04) para todo o Brasil:

Mapa com a previsão de precipitação acumulada para até 72 horas (14/04 a 16/04) para todo o Brasil - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Depois de dias de tempo aberto, o Sul do Brasil voltou a ter chuvas ontem, mas elas ainda estavam concentradas sobre o Rio Grande do Sul. A partir desta sexta-feira, no entanto, segundo informações da Climatempo, as instabilidades se espalham também sobre Santa Catarina e Paraná, mas chances de chuva forte nesses estados é de baixa para moderada intensidade.

No entanto, no fim de semana, chuvas mais fortes atingem a região, com possibilidade de chuva volumosa e potencial perigo no litoral do Paraná. "Durante o fim de semana, após a passagem da nova frente fria, áreas de instabilidade se espalham sobre a Região Sul do Brasil e há previsão de pancadas de chuva e raios nos três estados", noticia a Climatempo.

Chuva de granizo na região de Patrocínio (MG) nesta quinta-feira (13) - Foto: Sergio Dadona Chuva de granizo na região de Patrocínio (MG) nesta quinta-feira (13) - Foto: Sergio Dadona Chuva de granizo na região de Patrocínio (MG) nesta quinta-feira (13) - Foto: Sergio DadonaChuva de granizo na divisa com o Uruguai nesta quinta-feira (13) - Foto: Reprodução/Redes Sociais Chuva de granizo na divisa com o Uruguai nesta quinta-feira (13) - Foto: Reprodução/Redes Sociais Chuva de granizo na divisa com o Uruguai nesta quinta-feira (13) - Foto: Reprodução/Redes SociaisChuva de granizo em Patrocínio (MG) nesta quinta-feira (13) - Foto: Reprodução/Redes Sociais Chuva de granizo em Patrocínio (MG) nesta quinta-feira (13) - Foto: Reprodução/Redes Sociais Chuva de granizo em Ituiutaba (MG) nesta quinta-feira (13) - Foto: Reprodução/Redes Sociais

Essa condição de instabilidades pode prejudicar pontualmente os trabalhos de colheita a primeira safra no campo, mas também contribui para o aumento da umidade no desenvolvimento da segunda safra. Dados do Deral (Departamento de Economia Rural) mostram que a colheita da soja no Paraná estava em 91% até segunda-feira (09). Enquanto que a colheita da 1ª safra de milho totalizava 73% e o plantio da 2ª safra estava finalizado.

Com a frente fria e um sistema de alta pressão, as temperaturas também caem acentuadamente sobre o Sul do país, com declínio maior que 5°C no Rio Grande do Sul.

Veja o mapa das áreas com declínio de temperatura nesta 6ª feira:

Mapa das áreas com declínio de temperatura nesta 6ª feira - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Aviso para as áreas: Campanha, Encosta Do Sudeste, Serra Do Sudeste, Depressão Central, Encosta Inferior Do Nordeste, Encosta Superior Do Nordeste, Campos De Cima Da Serra, Planalto Médio, Missões, Alto Uruguai, Litoral Gaúcho

Apesar das chuvas de granizo em áreas de Minas Gerais ontem, segundo previsão do Inmet, as precipitações nos próximos dias devem ser isoladas e em forma de pancada em quase todo o Sudeste do país. Por outro lado, instabilidades seguem sobre o Norte e Nordeste do país com a atuação da Zona de Convergência Intertropical. Ainda nesta sexta-feira (13), são esperados altos acumulados de chuvas em áreas do Ceará e Piauí.

» Clique e veja mais informações na página de Clima e acompanhe cinco satélites em tempo real

Por: Jhonatas Simião
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário