Tempo: Modelo Cosmo confirma chegada das chuvas a partir desta 3ª feira ao Sul do Brasil

Publicado em 14/05/2018 10:04 e atualizado em 15/05/2018 09:50
4122 exibições

Imagem de satélite de todo o Brasil nesta segunda-feira (14) - Fonte: Inmet
Imagem de satélite de todo o Brasil nesta segunda-feira (14) - Fonte: Inmet

LOGO nalogo

Após vários dias de tempo adverso, o modelo Cosmo do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) confirma a chegada das chuvas mais volumosas ao Sul do Brasil a partir desta terça-feira (15). As instabilidades avançam pela região a partir do Rio Grande do Sul e devem amenizar em parte as preocupações com a safrinha.

Morgana Almeida, chefe do Centro de Análise e Previsão do Tempo do Inmet, havia confirmado em entrevista no final da semana passada ao Notícias Agrícolas que o bloqueio atmosférico, que estava impedindo o avanço das frentes frias pelo Sul do país, seria rompido. Instabilidades já atuam em alguns estados da região.

Leia mais:
» Chuvas estão de volta ao Sul do país e apesar da passagem rápida da frente fria, volumes são significativos

Veja o mapa com a previsão de precipitação acumulada para até 72 horas (15/05 a 17/05) para todo o Brasil:

Mapa com a previsão de precipitação acumulada para até 72 horas (15/05 a 17/05) para todo o Brasil - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Depois da chegada das chuvas ao Rio Grande do Sul, ainda nesta semana os estados do Paraná e Santa Catarina também serão beneficiados, com volumes mais significativos de chuva em diversas áreas. A partir do dia 20, as frentes frias conseguirão avançar além da região Sul com um pouco mais de intensidade.

O modelo americano também confirma a chegada das chuvas para áreas de produção da safra-inverno no Brasil. Com base no modelo, a consultoria AGResources disse que serão presenciados índices pluviométricos entre 10-25 mm nestes próximos 5 dias no Sul brasileiro e se intensificam a partir do dia 15 de maio.

"As regiões do Centro-Oeste também serão regadas, porém com totais mais sucintos. O Mato Grosso deve receber entre 10-30 mm acumulados de chuvas na segunda quinzena de maio, o lado sul de Goiás com projeções de 5-15 mm no mesmo período e o Mato Grosso do Sul regado com 20-40 mm", disse a AGResources.

Essa condição deve amenizar em parte as preocupações dos produtores de safrinha, com lavouras que sofrem com estiagem. Uma das situações mais preocupantes é no Paraná, segundo maior estado produtor de milho no país. Contudo, áreas de Mato Grosso do Sul, São Paulo, Goiás e até em Mato Grosso, o cenário é semelhante. A quebra, no entanto, ainda não pode ser quantificada.

"A seca presente no Centro-Sul brasileiro deverá ser amenizada com a chegada desta rodada de chuvas. No entanto, o quadro de perdas não será totalmente revertido", afirma a consultoria.

Veja o mapa com precipitação acumulada nos últimos 15 dias em todo o Brasil:

Mapa com precipitação acumulada nos últimos 15 dias em todo o Brasil - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

» Clique e veja mais informações na página de Clima e acompanhe cinco satélites em tempo real

Por: Jhonatas Simião
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário