Tempo: Semana termina mais quente no Centro-Oeste e chuvas devem retornar apenas na próxima semana

Publicado em 14/07/2018 11:37 e atualizado em 14/07/2018 20:17
1755 exibições

LOGO nalogo

Após recordes de frio nos últimos dias, a semana termina mais quente e seca no Centro-Oeste do Brasil. A massa de ar polar que derrubou as temperaturas no Centro-Sul do país já perde forças e seu enfraquecimento permite a elevação das temperaturas. As chuvas, no entanto, só voltam na próxima semana.

"Com o afastamento do ar polar, as temperaturas voltam a subir sobre a região, principalmente durante a tarde. No entanto, nesta sexta-feira (13) e durante o fim de semana, as madrugadas e as manhãs vão permanecer com temperaturas mais baixas", prevê a Climatempo em referência a condição no Centro-Oeste.

Mamedes Luiz Melo, meteorologista do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), já havia adiantado ao Notícias Agrícolas a perda de força da massa de ar polar no Centro-Sul do país. Além disso, uma nova frente fria chega ao Sul e causa chuvas nos próximos dias, especialmente no Rio Grande do Sul.

Veja o mapa com a previsão de temperatura mínima para até 69 horas (14/07 a 16/07) em todo o Brasil:

Mapa com a previsão de temperatura mínima para até 69 horas (14/07 a 16/07) em todo o Brasil - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Apesar de o frio dar trégua, o tempo deve ficar mais seco no Centro-Oeste nos próximos dias e chuvas são previstas apenas no início da próxima semana, segundo a empresa metrológica. O modelo Cosmo do Inmet, no entanto, não mostra chuvas representativas no radar para a região até o dia 20 de julho.

"Poucas nuvens se formam devido à baixa umidade no ar e o dia fica ensolarado. Os menores índices de umidade relativa do ar podem ficar entre 20% e 30% nas horas mais quentes da tarde, de forma geral. No fim de semana, esse número pode ficar abaixo dos 20%", disse a empresa meteorológica.

O Inmet também alerta para a baixa umidade em áreas do Centro-Oeste e Sudeste já nesta sexta-feira, com umidade relativa do ar variando entre 30% e 20%. Ainda assim, é baixo o risco de incêndios florestais e à saúde.

Veja o mapa das áreas com previsão de baixa umidade nesta sexta-feira:

Mapa das áreas com previsão de baixa umidade nesta sexta-feira - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Aviso para as áreas: Distrito Federal, Sudoeste Rondonense, Alto Madeira, Centrossul Mato-Grossense, Nordeste Mato-Grossense, Norte Mato-Grossense, Sudeste Mato-Grossense, Sudoeste Mato-Grossense, Centro Goiano, Leste Goiano, Sul Goiano, Norte Goiano, Noroeste Goiano, Jalapão, Norte Tocantinense, Sudeste Tocantinense, Sul Tocantinense, Oeste Tocantinense, Centro Tocantinense, Sudeste Rondonense

Veja o mapa das áreas com previsão de baixa umidade nesta sexta-feira:

Mapa das áreas com previsão de baixa umidade nesta sexta-feira - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Aviso para as áreas: Triangulo Mineiro/Alto Paranaiba, Central Mineira, Jequitinhonha, Metropolitana De Belo Horizonte, Campo Das Vertentes De Minas, Norte Mineiro, Oeste Mineiro, Sul/Sudoeste Mineiro, Noroeste Mineiro

Geada em Itaiópolis (SC). Envio de Paulo Marcelo Adamek
Geada em Itaiópolis (SC). Envio de Paulo Marcelo Adamek

Colheita de milho safrinha da produtora Franciele Correia Ferreira em Assis Chateaubriand (PR). Envio de Marcelo Rodrigues de Oliveira
Colheita de milho safrinha da produtora Franciele Correia Ferreira em Assis Chateaubriand (PR). Envio de Marcelo Rodrigues de Oliveira

Colheita de Girassol na Fazenda Santo Antônio da Boa Vista em Luziânia (GO). Envio de Élcio sakai
Colheita de Girassol na Fazenda Santo Antônio da Boa Vista em Luziânia (GO). Envio de Élcio sakai​

Colheita de milho família Orlovicks em Barretos (SP). Envio de João Orlovicks Neto
Colheita de milho família Orlovicks em Barretos (SP). Envio de João Orlovicks Neto​

Envie sua foto ou vídeo! Fale com a gente pelo WhatsApp (19) 99767-0241

» Clique e veja mais informações na página de Clima e acompanhe cinco satélites em tempo real

Por: Jhonatas Simião
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário