Tempo: Frio volta com força ao Sul neste início de semana com previsão de geadas nesta 2ª feira

Publicado em 06/08/2018 10:31 e atualizado em 06/08/2018 16:59
2357 exibições

Mapa das áreas com previsão de risco de geada nesta segunda-feira - Fonte: Inmet
Mapa das áreas com previsão de risco de geada nesta segunda-feira - Fonte: Inmet

LOGO nalogo

Mais frio e geadas devem retornar para ao Sul do Brasil neste início de semana com o avanço de uma nova massa de ar polar no domingo (5). Diversas cidades da região já registraram queda acentuada de temperatura nas últimas horas, segundo medições do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia).

"A segunda-feira, dia 06 de agosto, vai novamente ser um dia com amanhecer frio na Região Sul do Brasil. Há risco de geada na Campanha, no Oeste, no Norte e na Serra Gaúcha e na Serra Catarinense. A temperatura sobe gradativamente no decorrer do dia e fica amena durante a tarde", informa a Climatempo. 

Veja o mapa com a previsão de precipitação acumulada para até 63 horas (07/08 a 08/08) em todo o Brasil:

Mapa com a previsão de precipitação acumulada para até 63 horas (07/08 a 08/08) em todo o Brasil - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

São previstas, ainda, nesta segunda-feira chuvas de até moderada intensidade apenas sobre o Centro-Norte do Paraná. A partir de amanhã as chances de geadas diminuem na região, segundo a empresa meteorológica, apenas chove fraco em áreas mais ao Nordeste de Santa Catatina e no Leste do Paraná.

"Na quarta-feira uma nova frente fria vai ajudar a formar nuvens carregadas e há risco de chuva forte para o oeste do RS e de SC e no sudoeste do PR. Uma nova massa de ar polar chega e provoca novamente a diminuição de temperatura no fim da semana", explica a empresa meteorológica.

O frio já começou a ser sentido no domingo sobre áreas do Sul do Brasil. Segundo o Inmet, Cruz Alta (RS) registrou mínima de -0,7ºC, São Joaquim (SC): 0,5ºC, Santa Rosa (RS): 1,4ºC, Uruguaiana (RS): 1,6ºC, Passo Fundo (RS): 1,7ºC e São José dos Ausentes (RS): 2,1ºC.

Veja o mapa com a previsão de temperatura mínima para até 72 horas (07/08 a 09/08) em todo o Brasil:

Mapa com a previsão de temperatura mínima para até 72 horas (07/08 a 09/08) em todo o Brasil - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Nos últimos dias, o Rio Grande do Sul recebeu altos acumulados de chuva. No entanto, segundo reporta a Emater/RS-Ascar, essa condição aliada as baixas temperaturas acabaram atrapalhando o desenvolvimento das culturas de inverno, em especial o trigo.

"Com as culturas suscetíveis à incidência de doenças, se torna necessário o uso de tratamentos fúngicos preventivos de maneira mais constante", diz o informativo. Em áreas da região central do estado e Campos de Cima da Serra, as chuvas impediram a semeadura do trigo e tratos culturais.

Outras culturas, como a canola, aveia branca, feijão 1ª safra e hortigranjeiros também foram impactadas de alguma forma. 

Ainda nesta segunda-feira, segundo o Inmet, são previstas chuvas intensas em áreas de Goiás, Mato Grosso do Sul e São Paulo. Assim como baixa umidade no Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso e Tocantins.

Manhã com geada com temperatura de 3 Cº em Lagoa Vermelha (RS). Envio de Carlos Dellavalle Filho
Manhã com geada com temperatura de 3 Cº em Lagoa Vermelha (RS). Envio de Carlos Dellavalle Filho

Finalizando colheita de milho safrinha na RR Agropecuaria. Envio Willian raspolt
Finalizando colheita de milho safrinha na RR Agropecuaria. Envio Willian raspolt

Plantação de Canola do produtor Ênio Pivetta juntamente com os parceiros Dinon Cereais e Forquimica em Santo Antônio das Missões (RS). Envio de Rogério Mengarda.
Plantação de Canola do produtor Ênio Pivetta juntamente com os parceiros Dinon Cereais e Forquimica em Santo Antônio das Missões (RS). Envio de Rogério Mengarda.​

Início da colheita do milho safrinha 2018 em Japurá (PR). Envio de Rafael Negrisolli
Início da colheita do milho safrinha 2018 em Japurá (PR). Envio de Rafael Negrisolli​

Envie sua foto ou vídeo! Fale com a gente pelo WhatsApp (19) 99767-0241

» Clique e veja mais informações na página de Clima e acompanhecinco satélites em tempo real

Por: Jhonatas Simião
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário