Tempo: Tempestades são previstas nesta 4ª em MS, PR, RS, SC e SP; chuvas intensas em MG e SP

Publicado em 10/10/2018 11:40 e atualizado em 11/10/2018 11:09
3905 exibições

Imagem de satélite de todo o Brasil nesta quarta-feira (10) - Fonte: Inmet
Imagem de satélite de todo o Brasil nesta quarta-feira (10) - Fonte: Inmet

LOGO nalogo

Esta quarta-feira (10) será mais um dia de muitas instabilidades sobre a faixa Centro-Sul do Brasil. O Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) alerta para a ocorrência de fortes tempestades, com possibilidade de danos na cidade e no campo, em áreas do Sul e Centro-Oeste e em algumas áreas do Sudeste são esperadas chuvas intensas.

Em localidades do Mato Grosso do Sul, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul são previstas chuvas entre 30 e 60 milímetros por hora ou 50 e 100/dia, acompanhadas de ventos intensos (60-100 Km/h), e queda de granizo. Há risco de corte de energia elétrica, estragos em plantações, queda de árvores e de alagamentos.

Veja o mapa das áreas com previsão de tempestade nesta quarta-feira:

Mapa das áreas com previsão de tempestade nesta quarta-feira - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Aviso para as áreas: Planalto Norte Catarinense, Metropolitana De Curitiba, Oeste Catarinense, Vale Do Itajai, Grande Florianópolis, Planalto Sul Catarinense, Litoral Sul Catarinense, Encosta Superior Do Nordeste, Campos De Cima Da Serra, Planalto Médio, Missões, Alto Uruguai, Central Paranaense, Litoral Paranaense, Norte Paranaense, Oeste Paranaense, Sudoeste Paranaense, Sul Paranaense, Meio-Oeste Catarinense, Litoral Norte Catarinense

Veja o mapa das áreas com previsão de tempestade nesta quarta-feira:

Mapa das áreas com previsão de tempestade nesta quarta-feira - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Aviso para as áreas: Leste Sul-Mato-Grossense, Araçatuba/São José Do Rio Preto, Presidente Prudente/Marília/Assis, Sul E Sudoeste Sul-Mato-Grossense, Pantanal Sul-Mato-Grossense, Centro Norte Sul-Mato-Grossense

Nas áreas de Minas Gerais e São Paulo, são esperadas precipitações mais amenas, entre 20 e 30 mm/h ou até 50 mm/dia, ventos intensos (40-60 Km/h). Apesar da condição, diferente do Sul e Centro-Oeste, é baixo nessas localidades o risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas.

Veja o mapa das áreas com previsão de chuvas intensas nesta quarta-feira:

Mapa das áreas com previsão de chuvas intensas nesta quarta-feira - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Aviso para as áreas: Triangulo Mineiro/Alto Paranaiba, Zona Da Mata Mineira, Campo Das Vertentes De Minas, Oeste Mineiro, Sul/Sudoeste Mineiro

Veja o mapa das áreas com previsão de chuvas intensas nesta quarta-feira:

Mapa das áreas com previsão de chuvas intensas nesta quarta-feira - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Aviso para as áreas: Campinas, Bauru/Araraquara/Piracicaba, Sorocaba/Brangança Paulista, Vale Do Paraíba/Litoral Norte, Metropolitana De Sao Paulo, Serra Da Mantiqueira

De acordo com a Climatempo, as chuvas no Centro-Sul do Brasil são motivadas pelo deslocamento de uma frente fria pelo Sul associada à áreas de instabilidade. Nos próximos dias, a região Sul ainda deve ter tempo bastante instável. No Centro-Oeste e Sudeste, podem ocorrer pancadas de chuva de forma isolada.

As precipitações previstas para o Sul devem limitar o avanço dos trabalhos de plantio da soja. Segundo Deral (Departamento de Economia Rural), os trabalhos no Paraná avançaram para 38%. A semeadura do milho de primeira safra, o chamado "milho verão", atingiu 79%, de acordo com dados da entidade.

Já na faixa central do país, o tempo mais firme deve favorecer o avanço dos trabalhos depois de chuvas no final de última semana. "Isso irá possibilitar que muitos produtores retomem as atividades de plantio da soja", informou a Climatempo além de ressaltar a irregularidade das chuvas nesta semana.

Veja o mapa com a previsão de precipitação acumulada para até 72 horas (11/10 a 13/10) em todo o Brasil:

Mapa com a previsão de precipitação acumulada para até 72 horas (11/10 a 13/10) em todo o Brasil - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Dados do Inmet mostram que diversas cidades do Centro-Sul brasileiro receberam altos acumulados durante a terça-feira (09). Os cinco maiores volumes foram registrados em Maria da Fé (MG): 90,0 mm, Juti (MS): 81,6 mm, Rancharia (SP): 77,0 mm, Água Clara (MS): 60,00 mm e Bagé (RS): 52,0 mm.

Mapas estendidos do centro de previsão da Administração Oceânica e Atmosférica Nacional (NOAA, na sigla em inglês), nos Estados Unidos, mostram a tendência de chuvas pouco generalizadas sobre a faixa central do país entre 10 e 18 de outubro. As chuvas ficam mais restritas ao Paraná, São Paulo, Minas Gerais e Mato Grosso do Sul.

Veja o mapa com a precipitação acumulada para o período de 08 de outubro até 24 de outubro:

Mapa com a precipitação acumulada para o período de 08 de outubro até 24 de outubro - Fonte: National Centers for Environmental Prediction/NOAA
Fonte: National Centers for Environmental Prediction/NOAA

Ainda nesta quarta-feira, segundo o Inmet, é prevista baixa umidade em áreas da Bahia, Ceará, Maranhão, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Piauí e Rio Grande do Norte.

Trigo em Corpus Christi - Paraguay. Envio de Valério Rocha
Trigo em Corpus Christi - Paraguay. Envio de Valério Rocha

Soja em Corpus Christi - Paraguay. Envio de Valério Rocha
Soja em Corpus Christi - Paraguay. Envio de Valério Rocha

Fase de desenvolvimento milho safra 18/19 em Entre Rios do Oeste (PR). Envio Família Anderle.
Fase de desenvolvimento milho safra 18/19 em Entre Rios do Oeste (PR). Envio Família Anderle.​

Envie sua foto ou vídeo! Fale com a gente pelo WhatsApp (19) 99767-0241

» Clique e veja mais informações na página de Clima e acompanhe cinco satélites em tempo real

Por: Jhonatas Simião
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário