Tempo: Inmet emite alerta de chuvas fortes para áreas do MT e MS nesta 4ª com instabilidades no Centro-Norte

Publicado em 28/11/2018 10:43
1221 exibições

Imagem de satélite de todo o Brasil nesta quarta-feira (28) - Fonte: Inmet
Imagem de satélite de todo o Brasil nesta quarta-feira (28) - Fonte: Inmet

As instabilidades seguem mais concentradas sobre a faixa Centro-Norte do país, segundo imagens de satélite. O Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), inclusive, alerta para a ocorrência de tempestades nesta quarta-feira (28) em áreas do Mato Grosso do Sul.

São esperadas nas áreas sul-mato-grossenses chuvas entre 20 e 30 milímetros por hora ou até 50 mm/dia, ventos intensos (40-60 Km/h), e queda de granizo. É baixo o risco de corte de energia elétrica, estragos em plantações, queda de galhos de árvores e de alagamentos.

Veja o mapa das áreas com alerta de tempestade nesta 4ª:

Mapa das áreas com alerta de tempestade nesta 4ª - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Aviso para as áreas: Sul E Sudoeste Sul-Mato-Grossense, Pantanal Sul-Mato-Grossense, Centro Norte Sul-Mato-Grossense

Segundo o Inmet, também devem ocorrer chuvas intensas em áreas de Mato Grosso. As precipitações ficam entre 20 e 30 mm/h ou até 50 mm/dia, ventos intensos (40-60 Km/h). É baixo o risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas.

Veja o mapa das áreas com previsão de chuvas intensas nesta 4ª feira:

Mapa das áreas com previsão de chuvas intensas nesta 4ª feira - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Aviso para as áreas: Sudoeste Rondonense, Alto Madeira, Centrossul Mato-Grossense, Norte Mato-Grossense, Sudoeste Mato-Grossense, Sudeste Rondonense

Produtores de todo o país estão atentos com as condições do tempo. A ferrugem asiática chegou mais cedo. A situação mais grave, até este momento, é no estado do Paraná. No entanto, uma condição mais seca deve favorecer os trabalhos de manejo em algumas áreas do Sul.

No entanto, todos devem estar atentos com as previsões dos próximos dias. De acordo com o modelo Cosmo do Inmet, instabilidades devem se intensificar sobre estados produtores até o início de dezembro. Mais chuvas podem retornar para áreas do Sul do país.

Veja o mapa com a previsão de precipitação acumulada para até 72 horas (29/11 a 01/12) em todo o Brasil:

Mapa com a previsão de precipitação acumulada para até 72 horas (29/11 a 01/12) em todo o Brasil - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

A Climatempo também prevê chuvas em localidades do Nordeste. "As nuvens carregadas ainda crescem decorrentes do calor e da umidade mais elevada na atmosfera. O litoral da Bahia e o estado do Maranhão ainda serão áreas com maior risco de chuva forte", noticiou a empresa meteorológica.

Ainda de acordo com o instituto meteorológico brasileiro, também há previsão de acumulados de chuva em áreas do Amazonas, Pará e Roraima e chuvas intensas em Rondônia.

Veja o mapa de precipitação acumulada nas últimas 24 horas em todo o Brasil:

Mapa de precipitação acumulada nas últimas 24 horas em todo o Brasil - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

De acordo com dados do Inmet, diversas cidades da região Centro-Norte do país tiveram altos acumulados nas últimas horas. Os cinco maiores volumes ontem (27) foram registrados em Cametá (PA): 112,2 mm, Santa Fé do Araguaia (TO): 104,2 mm, Marau (BA): 94,0 mm, Alto Parnaíba (MA): 88,0 mm e São Simão (SP): 85,2 mm.

» Clique e veja mais informações na página de Clima e acompanhe cinco satélites em tempo real

Por: Jhonatas Simião
Fonte: Notícias Agrícolas

1 comentário

  • Luiz de Santana Junior Aracaju - SE

    Acertou na mosca, estou na região de Itabi-SE, choveu 14 mm. Cem por cento de acerto.

    1