Tempo: RS tem alerta de temporais nesta 4ª, mas chuvas volumosas voltam ao PR na próxima semana

Publicado em 19/12/2018 11:42 e atualizado em 20/12/2018 10:14
2495 exibições

Imagem de satélite de todo o Brasil nesta quarta-feira (19) - Fonte: Inmet
Imagem de satélite de todo o Brasil nesta quarta-feira (19) - Fonte: Inmet

Instabilidades seguem em áreas da região Sul do Brasil, segundo mostram imagens de satélite. Nesta quarta-feira (19), são previstos mais temporais sobre áreas do Rio Grande do Sul, de acordo com a Climatempo. Mas, no Paraná, estado que enfrenta condições adversas, as chuvas retornam na próxima semana.

"Uma frente fria chegou ao litoral do Rio Grande do Sul, mas tem a tendência de se afastar para o mar. Ainda assim, influencia o tempo no estado gaúcho nesta quarta", noticiou a Climatempo. Um sistema de baixa pressão entre o Paraguai e Argentina e o calor e a alta umidade contribuem para as nuvens.

De acordo com a empresa meteorológica, a situação é de alerta para temporais a qualquer momento do dia no Rio Grande do Sul, inclusive na Grande Porto Alegre. Na hora da chuva, as rajadas de vento podem chegar aos 90 km/h. Produtores devem ficar atentos às previsões específicas de suas lavouras.

Veja o mapa com a previsão de precipitação acumulada para até 174 horas (20/12 a 26/12) em todo o Brasil:

Mapa com a previsão de precipitação acumulada para até 174 horas (20/12 a 26/12) em todo o Brasil - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Apesar das instabilidades na região Sul do Brasil, as chuvas ainda não devem chegar nesta quarta em áreas do Paraná, estado que enfrentou condições climáticas adversas nos últimos dias e reascendeu as preocupações com o potencial produtivo da safra 2018/19 de soja. O estado é o segundo maior produtor.

Leia mais:
» Safra brasileira de soja perde potencial diariamente com seca e calor

"O tempo fica mais instável também em Santa Catarina, com pancadas de chuva no oeste e no sul do estado no decorrer do dia. Já o Paraná, terá uma quarta-feira de muito sol e calor e há previsão de pancadas de chuva entre à tarde e a noite, com risco de temporais", destacou a Climatempo.

Apesar do aumento das instabilidades na região Sul, cidades produtoras do Norte e Noroeste do Paraná, registram danos pontuais em lavouras de soja com quase 20 dias sem chuvas. Essas localidades devem receber chuvas volumosas a partir do final de semana e Natal. Até podem ocorrer pancadas de chuva nessas áreas, mas não em volumes expressivos.

Depois de 20 dias de estiagem, a chuva volta em Palmeira (PR). Foto enviada por Osni Ornieski
Depois de 20 dias de estiagem, a chuva volta em Palmeira (PR). Foto enviada por Osni Ornieski​

Veja o mapa de precipitação acumulada nos últimos 15 dias em todo o Brasil:

Mapa de precipitação acumulada nos últimos 15 dias em todo o Brasil - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Veja o mapa de água disponível no solo em todo o Brasil:

Mapa das áreas com a água disponível no solo em todo o Brasil - Fonte: Climatempo
Fonte: Climatempo

De acordo com levantamento do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), cidades do Sul do Brasil figuram entre as que registraram maiores acumulados durante esta terça-feira (18). Os cinco maiores: Uruguaiana (RS): 80,0 mm, Quarai (RS): 78,4 mm, Ouricuri (PE): 50,8 mm, Benjamin Constant (AM): 47,0 mm e Encruzilhada do Sul (RS): 45,8 mm.

Segundo modelos estendidos do centro de previsão da Administração Oceânica e Atmosférica Nacional (NOAA, na sigla em inglês), entre os dias 19 e 27 de dezembro, as precipitações ficarão concentradas sobre o Norte e partes do Sudeste e extremo Sul. De 27 de dezembro a 04 de janeiro, os acumulados ficam mais sobre o Brasil central.

Veja o mapa com a tendência de precipitação acumulada para o período de 19 de dezembro até 04 de janeiro:

Mapa com a tendência de precipitação acumulada para o período de 19 de dezembro até 04 de janeiro - Fonte: National Centers for Environmental Prediction/NOAA
Fonte: National Centers for Environmental Prediction/NOAA

Lavouras condenadas pela estiagem em Serranópolis do Iguaçu (PR). Envio de M. Michelon
Lavouras condenadas pela estiagem em Serranópolis do Iguaçu (PR). Envio de M. Michelon​

 

Lavoura de soja variedade 50i52 Raio do produtor Roberto Ongarato em Barra Funda (RS). Envio do consultor técnico Luciano Colombo
Lavoura de soja variedade 50i52 Raio do produtor Roberto Ongarato em Barra Funda (RS). Envio do consultor técnico Luciano Colombo

Lavouras em Rio Verde (GO). Envio de Alex Zamonaro
Lavouras em Rio Verde (GO). Envio de Alex Zamonaro​

Soja resistindo à estiagem em São João do Triunfo (PR). Lavoura de Ivo Rusgoski
Soja resistindo à estiagem em São João do Triunfo (PR). Lavoura de Ivo Rusgoski

Envie sua foto ou vídeo! Fale com a gente pelo WhatsApp (19) 99767-0241

» Clique e veja mais informações na página de Clima e acompanhe cinco satélites em tempo real

Por: Jhonatas Simião
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário