Tempo: Grande frente fria avança sobre o Centro-Sul com alertas para MS, SP, PR, SC e RS

Publicado em 12/02/2019 11:35 e atualizado em 12/02/2019 12:07
1294 exibições

Imagem de satélite de todo o Brasil nesta terça-feira (12) - Fonte: Inmet
​Imagem de satélite de todo o Brasil nesta terça-feira (12) - Fonte: Inmet

LOGO nalogo

Após causar chuvas em áreas do Sul do país na segunda-feira (11), essa grande frente fria avança sobre outras localidades da faixa Centro-Sul do país, inclusive com alerta para os estados de Mato Grosso do Sul e São Paulo e pelos estados do Sul.

"Uma grande frente fria avança sobre o Brasil e vai facilitar a ocorrência de ventania em vários estados brasileiros esta semana. Esta frente fria é especial porque vem associada a uma forte massa de frio de origem polar, que não é muito comum para fevereiro", destacou a Climatempo.

Ainda segundo a empresa meteorológica, a ocorrência dessa frente fria sobre o Centro-Sul do país pode alterar as temperaturas. "Isto vai causar situações de grande contraste térmico e de pressão atmosférica em muitas áreas do Sul, do Sudeste e do Centro-Oeste do Brasil, que geram vento forte".

Veja o mapa com a previsão de precipitação acumulada para até 96 horas (13/02 a 16/02) em todo o Brasil:

Mapa com a previsão de precipitação acumulada para até 96 horas (13/02 a 16/02) em todo o Brasil - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Ainda deve chover forte nesta terça-feira (12) em áreas do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, com aviso de perigo por conta de tempestades e danos na cidade e em plantações, segundo o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia).

Segundo o instituto meteorológico, a chuva fica entre 30 e 60 milímetros por hora ou 50 e 100 mm/dia, ventos intensos (60-100 Km/h), e queda de granizo. Há risco de corte de energia, estragos em plantações, queda de árvores e alagamentos.

Veja o mapa das áreas com alerta de tempestade nesta 3ª feira:

Mapa das áreas com alerta de tempestade nesta 3ª feira - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Aviso para as áreas: Planalto Norte Catarinense, Metropolitana De Curitiba, Oeste Catarinense, Vale Do Itajai, Planalto Sul Catarinense, Campos De Cima Da Serra, Planalto Médio, Missões, Alto Uruguai, Central Paranaense, Litoral Paranaense, Norte Paranaense, Oeste Paranaense, Sudoeste Paranaense, Sul Paranaense, Meio-Oeste Catarinense, Litoral Norte Catarinense

Na segunda-feira, a chuva caiu forte sobre vários pontos do Rio Grande do Sul. Na capital Porto Alegre e região metropolitana, o dia foi de transtornos com falta de energia, alagamentos, destalhamentos e até a queda de um andaime, segundo informação reportada pelo site G1-RS.

Queda de estrutura de um prédio em Porto Alegre (RS) - Foto: Divulgação/EPTC
Queda de estrutura de um prédio em Porto Alegre (RS) - Foto: Divulgação/EPTC

Carro destruído após queda de muro em São Leopoldo (RS) - Foto: Divulgação/Defesa Civil
Carro destruído após queda de muro em São Leopoldo (RS) - Foto: Divulgação/Defesa Civil

Instabilidades também avançam sobre a faixa central do país e chegam até áreas dos estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul, com alerta de perigo. Em um dos avisos, para o Sul de MS e Oeste de SP, a chuva fica entre 30 a 60 mm/h ou 50 a 100 mm/dia. Há riscos de deslizamento, alagamento e transbordamento.

Veja o mapa das áreas com alerta de acumulado de chuva nesta 3ª feira:

Mapa das áreas com alerta de acumulado de chuva nesta 3ª feira - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Aviso para as áreas: Leste Sul-Mato-Grossense, Araçatuba/São José Do Rio Preto, Presidente Prudente/Marília/Assis, Sul E Sudoeste Sul-Mato-Grossense, Pantanal Sul-Mato-Grossense, Centro Norte Sul-Mato-Grossense

No Norte de Mato Grosso do Sul, faixa central de São Paulo e litoral paulista, as chuvas serão mais francas, mas ainda merecem atenção. São esperados acumulados entre 20 e 30 mm/h ou até 50 mm/dia, ventos intensos (40-60 Km/h). São baixos os riscos de corte de energia elétrica, queda de árvores, alagamentos e descargas elétricas.

Veja o mapa das áreas com alerta de chuvas intensas nesta 3ª feira:

Mapa das áreas com alerta de chuvas intensas nesta 3ª feira - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Aviso para as áreas: Leste Sul-Mato-Grossense, Campinas, Bauru/Araraquara/Piracicaba, Itapetininga, Ribeirao Preto, Araçatuba/São José Do Rio Preto, Sorocaba/Brangança Paulista, Vale Do Paraíba/Litoral Norte, Metropolitana De Sao Paulo, Presidente Prudente/Marília/Assis, Sul E Sudoeste Sul-Mato-Grossense, Pantanal Sul-Mato-Grossense, Centro Norte Sul-Mato-Grossense, Serra Da Mantiqueira

Veja o mapa das áreas com alerta de chuvas intensas nesta 3ª feira:

Mapa das áreas com alerta de chuvas intensas nesta 3ª feira - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Aviso para as áreas: Campinas, Bauru/Araraquara/Piracicaba, Itapetininga, Sorocaba/Brangança Paulista, Vale Do Paraíba/Litoral Norte, Metropolitana De Sao Paulo, Litoral Sul/Baixada Santista/Vale Do Ribeira, Presidente Prudente/Marília/Assis

A Climatempo destaca que esta semana ainda deve ser bastante instável no Centro-Oeste do Brasil. "... A previsão é de que os próximos dias sejam de tempo instável, com pancadas de chuva a qualquer hora do dia. Com o excesso de nebulosidade e de chuva, as temperaturas vão ficar mais baixas sobre parte da Região. Há risco de temporais".

A condição mais úmida prevista para os próximos dias na região Sul e central do país deve favorecer o desenvolvimento da safrinha de milho. Em algumas localidades da região Sul, as altas temperaturas e baixos volumes de chuva aceleraram a maturação do cereal.

Veja o mapa de precipitação acumulada do GFS para os próximos 5 dias:

Mapa de precipitação acumulada do GFS para os próximos 5 dias - Fonte: ARC Mercosul (AgResource)
Fonte: ARC Mercosul (AgResource)

"Para os próximos 5 dias, as chuvas se concentram em uma ampla faixa que cobre todo o Sul brasileiro, São Paulo, sul de Minas Gerais, sudoeste de Goiás, todo Mato Grosso do Sul e centro-oeste do Mato Grosso", destacou em boletim a consultoria ARC Mercosul (AgResource). O Matopiba terá condição mais seca.

Nas últimas 24 horas, segundo levantamento do Inmet, as precipitações mais volumosas pelo país estiveram concentradas sobre o Centro-Norte. Os cinco maiores volumes ocorreram em Divinópolis (MG): 117,4 mm, Feijó (AC): 82,0 mm, São Gabriel do Oeste (MS): 75,0 mm, Eirunepe (AM): 71,2 mm e Paracatu (MG): 64,0 mm.

Veja o mapa de precipitação acumulada nas últimas 24 horas em todo o Brasil:

Mapa de precipitação acumulada nas últimas 24 horas em todo o Brasil - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Em uma previsão mais estendida, do centro de previsão da Administração Oceânica e Atmosférica Nacional (NOAA, na sigla em inglês), apontam que no período de 12 de fevereiro até 20 de fevereiro, quase todo o país receberá chuvas volumosas, com exceção de áreas ao Sul e do Matopiba.

De 20 de fevereiro até 28 de fevereiro, as precipitações ficarão mais concentradas sobre a região Norte do país e partes do Sudeste e Centro-Oeste. Uma condição mais seca é prevista para áreas que abrangem o Matopiba e também no Sul.

Veja o mapa com a tendência de precipitação acumulada para o período de 12 de fevereiro até 28 de fevereiro:

Mapa com a tendência de precipitação acumulada para o período de 12 de fevereiro até 28 de fevereiro - Fonte: National Centers for Environmental Prediction/NOAA
Fonte: National Centers for Environmental Prediction/NOAA

» Clique e veja mais informações a página de Clima e acompanhe cinco satélites em tempo real

Por: Jhonatas Simião
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário