Tempo: Chuvas aumentam sobre o Centro-Sul, com alertas, e beneficiam 95% da região sojicultora do BR

Publicado em 26/02/2019 11:22 e atualizado em 27/02/2019 15:49
966 exibições

Imagem de satélite de todo o Brasil nesta terça-feira (26) - Fonte: Inmet
Imagem de satélite de todo o Brasil nesta terça-feira (26) - Fonte: Inmet

LOGO nalogo

Instabilidades avançaram nos últimos dias sobre áreas produtoras de soja do Brasil, favorecendo melhores níveis de umidade no solo para a safra 2018/19, após condições adversas no mês de janeiro. Nos próximos dias, as chuvas devem seguir sobre a maior parte do Centro-Sul do país.

"Índices pluviométricos entre 20-75mm acumulados são previstos para regar os solos de 95% da região sojicultora do Brasil. Os totais mais intensos, acima dos 50mm, são projetados para a região Sul brasileira e uma pequena porção ao Leste da Argentina", destaca a ARC Mercosul (AgResource).

Essa umidade sobre a maior parte do cinturão produtivo de soja do Brasil nos próximos dias deve garantir melhores condições para o desenvolvimento daquelas lavouras que ainda estão no campo. Além disso, segundo a consultoria, essas chuvas também garantem o favorecimento da segunda safra do país.

Veja o mapa com a previsão de chuvas acumuladas nos próximos 5 dias no Brasil:

Mapa com a previsão de chuvas acumuladas nos próximos 5 dias no Brasil - Fonte: ARC Mercosul (AgResource)
Fonte: ARC Mercosul (AgResource)

As chuvas nesta segunda-feira ocorrem sobre a maior parte da faixa Centro-Sul do Brasil, com alertas do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia). Em áreas do Sul e Sudeste, o aviso é de tempestade. Em outras áreas do Sudeste e do Centro-Oeste, são previstas chuvas intensas.

Em áreas do Paraná, de Santa Catarina e Minas Gerais, o alerta nesta terça-feira é de tempestade com chuva entre 30 e 60 mm/h ou 50 e 100 mm/dia, ventos intensos (60-100 Km/h), e queda de granizo. Há risco de corte de energia elétrica, estragos em plantações, queda de árvores e de alagamentos.

Veja o mapa das áreas com alerta de tempestade nesta 3ª feira:

Mapa das áreas com alerta de tempestade nesta 3ª feira - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Aviso para as áreas: Planalto Norte Catarinense, Metropolitana De Curitiba, Oeste Catarinense, Vale Do Itajai, Central Paranaense, Litoral Paranaense, Norte Paranaense, Oeste Paranaense, Sudoeste Paranaense, Sul Paranaense, Meio-Oeste Catarinense, Litoral Norte Catarinense

Veja o mapa das áreas com alerta de tempestade nesta 3ª feira:

Mapa das áreas com alerta de tempestade nesta 3ª feira - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Aviso para as áreas: Triangulo Mineiro/Alto Paranaiba, Noroeste Mineiro

Veja o mapa das áreas com alerta de tempestade nesta 3ª feira:

Mapa das áreas com alerta de tempestade nesta 3ª feira - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Aviso para as áreas: Triangulo Mineiro/Alto Paranaiba, Campo Das Vertentes De Minas, Oeste Mineiro, Sul/Sudoeste Mineiro

Em áreas mais centrais de Minas Gerais, também há alerta de tempestade, mas elas serão mais amenas. A chuva fica entre 20 e 30 mm/h ou até 50 mm/dia, ventos intensos (40-60 Km/h), e queda de granizo. É baixo o risco de danos na cidade e no campo com as precipitações.

Veja o mapa das áreas com alerta de tempestade nesta 3ª feira:

Mapa das áreas com alerta de tempestade nesta 3ª feira - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Aviso para as áreas: Triangulo Mineiro/Alto Paranaiba, Central Mineira, Metropolitana De Belo Horizonte, Oeste Mineiro, Sul/Sudoeste Mineiro, Noroeste Mineiro

Veja o mapa das áreas com alerta de tempestade nesta 3ª feira:

Mapa das áreas com alerta de tempestade nesta 3ª feira - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Aviso para as áreas: Vale Do Rio Doce, Metropolitana De Belo Horizonte, Zona Da Mata Mineira, Campo Das Vertentes De Minas, Oeste Mineiro, Sul/Sudoeste Mineiro

Em áreas de Mato Grosso do Sul, são previstas chuvas intensas nesta terça-feira. No Sul do MS, a chuva fica entre 30 e 60 mm/h ou 50 e 100 mm/dia, ventos intensos (60-100 Km/h). Há risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas.

Veja o mapa das áreas com alerta de chuvas intensas nesta 3ª feira:

Mapa das áreas com alerta de chuvas intensas nesta 3ª feira - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Aviso para as áreas: Leste Sul-Mato-Grossense, Sul E Sudoeste Sul-Mato-Grossense, Pantanal Sul-Mato-Grossense, Centro Norte Sul-Mato-Grossense

Veja o mapa com a previsão de precipitação acumulada para até 174 horas (27/02 a 05/03) em todo o Brasil:

Mapa com a previsão de precipitação acumulada para até 174 horas (27/02 a 05/03) em todo o Brasil - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

De acordo com o modelo Cosmo do Inmet, as instabilidades devem se concentrar sobre a região Sul do país nesta segunda-feira, mas se deslocam já a partir de amanhã (26) para áreas da região Sudeste do Brasil. O Centro-Oeste também será favorecido.

Ainda segundo o modelo numérico do instituto brasileiro, a maior parte do país deve receber chuvas nos próximos dias. Pelo menos até o início do mês de março boas chuvas são previstas para estados produtores da faixa central brasileira.

Veja o mapa de precipitação acumulada nos últimos 5 dias em todo o país:

Mapa de precipitação acumulada nos últimos 5 dias em todo o país - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Nos últimos dias, boas chuvas já atingiram a maior parte do cinturão produtivo de grãos do Brasil, conforme mostram mapas de precipitação acumulada. Algumas áreas tiveram acumulados próximos de 100 milímetros em apenas um dia.

Veja o mapa com a tendência de precipitação acumulada para o período de 26 de fevereiro até 14 de março:

Mapa com a tendência de precipitação acumulada para o período de 26 de fevereiro até 14 de março - Fonte: National Centers for Environmental Prediction/NOAA
Fonte: National Centers for Environmental Prediction/NOAA

Em uma previsão mais estendida, do centro de previsão da Administração Oceânica e Atmosférica Nacional (NOAA, na sigla em inglês), no período de 26 de fevereiro até 06 de março, chuvas volumosas se concentram sobre a maior parte do país.

De 06 de março até 14 de março, as precipitações seguirão concentradas sobre a maior parte do Brasil, mas com menores intensidades do que no período anterior. Localidades do Matopiba terão uma condição mais seca no período.

» Clique e veja mais informações a página de Clima e acompanhe cinco satélites em tempo real

Por: Jhonatas Simião
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário