Tempo: Frente fria causa chuvas sobre partes do Sul e Sudeste com impactos para colheita da safrinha e café

Publicado em 03/06/2019 11:18 e atualizado em 03/06/2019 13:45
1017 exibições

Imagem de satélite de todo o Brasil nesta segunda-feira (03) - Fonte: Inmet
Imagem de satélite de todo o Brasil nesta segunda-feira (03) - Fonte: Inmet

A semana começa com fortes chuvas e temperaturas mais baixas sobre partes das regiões Sul e Sudeste do Brasil. O avanço de uma forte frente fria continental reforçou as áreas de instabilidade nesses locais, mas as precipitações mais fortes são esperadas em pontos de São Paulo e Paraná.

Imagens de satélite mostram que instabilidades consistentes estão presente nesta segunda-feira (03) sobre quase todo o estado paulista e também Paraná e alguns pontos de Mato Grosso do Sul e Minas Gerais. Essa condição úmida deve continuar impactando os trabalhos de colheita do milho safrinha e do café.

De acordo com o modelo Cosmo do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), as chuvas mais volumosas ao longo desta segunda-feira caem sobre quase todo o Centro-Norte do Paraná, quase todo o estado de São Paulo e partes do Sul de Minas Gerais e Mato Grosso do Sul. Na terça-feira, as instabilidades avançam para o mar.

Veja o mapa com a previsão de precipitação acumulada para até 93 horas (03/06 a 06/06) em todo o Brasil:

Mapa com a previsão de precipitação acumulada para até 93 horas (03/06 a 06/06) em todo o Brasil - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

"Na Grande SP e no litoral a situação é de alerta. A chuva vem forte, com raios e rajadas de vento e com potencial para provocar alagamentos e deslizamentos nas áreas de encosta. Até a noite grandes volumes devem ser acumulados nestas áreas", destacou a Climatempo sobre a previsão para o estado de São Paulo.

O Inmet inclusive emitiu alerta de acumulado de chuva para áreas de São Paulo nesta segunda-feira. "Chuva entre 20 a 30 mm/h ou até 50 mm/dia. Baixo risco de alagamentos e pequenos deslizamentos, em cidades com tais áreas de risco", destacou o instituto meteorológico brasileiro.

Veja o mapa das áreas com alerta de acumulado de chuva nesta 2ª

Mapa das áreas com alerta de acumulado de chuva nesta 2ª - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Aviso para as áreas: Campinas, Bauru/Araraquara/Piracicaba, Ribeirao Preto, Araçatuba/São José Do Rio Preto, Sorocaba/Brangança Paulista, Vale Do Paraíba/Litoral Norte, Metropolitana De Sao Paulo, Litoral Sul/Baixada Santista/Vale Do Ribeira, Serra Da Mantiqueira

O mapa de precipitação acumulada das últimas 24 horas mostra que chuvas volumosas já foram registradas sobre áreas do Sul e Sudeste. Os cinco maiores acumulados de chuva em todo o país ocorreram em Turiaçu (MA): 55 mm, Itapeva (SP): 53 mm, São Sebastião (SP): 51,8 mm, Registro (SP): 45,2 mm e Castro (PR): 44,6 mm.

As chuvas recentes sobre a região e agora a confirmação da continuidade delas deve atrapalhar ainda mais os trabalhos de colheita do milho safrinha no Sul e a colheita do café no Sudeste. Em Campo Mourão (PR), por exemplo, a colheita do cereal ficou paralisada na semana passada.

Veja o mapa de precipitação acumulada das últimas 24 horas em todo o Brasil:

Mapa de precipitação acumulada das últimas 24 horas em todo o Brasil - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

O Deral (Departamento de Economia Rural do Paraná) reportou na última terça-feira (28) que a colheita do milho safrinha no estado estava em 5%, com 84% da safra em boa condição, 13% em média e 3% ruim. A colheita do café paranaense está em 35% e a de soja foi encerrada.

A colheita do café no Brasil atingiu 22% da produção total esperada até o dia 28 de maio, segundo estimativa da consultoria Safras & Mercado. Uma alta de seis pontos percentuais de uma semana para a outra, o que já representa 13 milhões de sacas de 60 kg. A chuva atrapalha o avanço dos trabalhos e prejudica a qualidade.

Enquanto chove em áreas do Sul e Sudeste, uma condição mais firme é prevista para a maior parte do Brasil. Nos próximos sete dias, as chuvas devem seguir mais concentradas nas extremidades do país, com altos acumulados sobre parte do Sul, Sudeste e Norte. Mas a faixa central fica sem altos acumulados.

Veja o mapa com a previsão de precipitação acumulada para os próximos sete dias:

Mapa com a previsão de precipitação acumulada para os próximos sete dias - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Temperaturas ficam mais baixas

Além das chuvas, o avanço da frente fria sobre áreas do Sul e Sudeste do Brasil também vai derrubar as temperaturas. "As temperaturas ficam baixas por conta da entrada dos ventos frios e úmidos persistentes. Nas áreas ao leste do estado, inclusive na capital, a sensação vai ser de frio o dia todo", explicou a Climatempo.

Segundo o modelo Cosmo do Inmet, as chuvas duram pouco tempo sobre áreas do Sudeste do país, mas as temperaturas ainda seguirão baixas pelos próximos dias.

Veja o mapa com a previsão de temperatura mínima para até 72 horas (03/06 a 06/06) em todo o Brasil:

Mapa com a previsão de temperatura mínima para até 72 horas (03/06 a 06/06) em todo o Brasil - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Previsão estendida de chuvas para o Brasil

De acordo com o mapa de previsão estendida do centro de previsão da Administração Oceânica e Atmosférica Nacional (NOAA, na sigla em inglês), no período de 03 até 11 de junho, as chuvas mais volumosas caem sobre áreas da faixa Norte do país e um cenário de tempo firme segue sobre a maior parte do país.

De 11 de junho até 19 de junho, as precipitações mais volumosas voltam a se concentrar sobre áreas ao extremo Norte, mas voltam a ocorrer em áreas da região Sul, mas em baixos volumes e de forma bastante isolada. O tempo permanece firme sobre a maior parte do país neste período.

Veja o mapa com a tendência de precipitação acumulada para o período de 03 até 19 de junho:

Mapa com a tendência de precipitação acumulada para o período de 03 até 19 de junho - Fonte: National Centers for Environmental Prediction/NOAA
Fonte: National Centers for Environmental Prediction/NOAA

Colheita de café clonal, propriedade Zé Miranda, em Cerejeiras (RO). Envio de Mário José Milani
Colheita de café clonal, propriedade Zé Miranda, em Cerejeiras (RO). Envio de Mário José Milani

Milho no Cerrado da Bahia. Envio de Mauro Adriano
Milho no Cerrado da Bahia. Envio de Mauro Adriano

Milho no Cerrado da Bahia. Envio de Mauro Adriano
Milho no Cerrado da Bahia. Envio de Mauro Adriano

Envie sua foto ou vídeo! Fale com a gente pelo WhatsApp (19) 99767-0241

» Clique e veja mais informações na página de Clima e acompanhe cinco satélites em tempo real

Por: Jhonatas Simião
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário