Tempo: Massa de ar frio faz temperaturas despencarem no Sul e Sudeste; cidades registraram granizo na 2ª

Publicado em 13/08/2019 11:03 e atualizado em 15/08/2019 10:21
3032 exibições

Imagem de satélite nesta terça-feira (13) em todo o Brasil - Fonte: Inmet
Imagem de satélite nesta terça-feira (13) em todo o Brasil - Fonte: Inmet

LOGO nalogo

A região Sul do Brasil teve a passagem de uma frente fria neste início de semana, inclusive com registro de granizo em cidades do Rio Grande do Sul. Agora, uma massa de ar frio de origem polar deve fazer as temperaturas despencar, podendo chegar até o Sudeste.

"A semana segue bastante fria e as condições para geada aumentam nesta próxima quarta-feira. As capitais Porto Alegre, Florianópolis e Curitiba ficam muito frias nos próximos dias, mas não devem ter novos recordes de frio", disse a Climatempo.

Nesta terça e quarta-feira (14), o centro da massa de ar frio estará sobre o estado do Rio Grande do Sul. O centro da massa é onde deve ficar mais frio, mas as temperaturas baixam por toda a região e até no Sudeste. Na quinta-feira (15), ainda pode gear em todos os estados do Sul.

Veja o mapa com a previsão de temperatura mínima para até 93 horas (12/08 a 16/08) em todo o Brasil:

Mapa com a previsão de temperatura mínima para até 93 horas (12/08 a 16/08) em todo o Brasil - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

O Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), inclusive, emitiu alerta para o declínio de temperatura que será visto sobre a maior parte da região Sul do Brasil. O aviso vale para toda esta terça-feira. "Declínio entre 3ºC e 5ºC".

Veja o mapa das áreas com alerta de declínio de temperatura nesta 3ª feira:

Mapa das áreas com alerta de declínio de temperatura nesta 3ª feira - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Aviso para as áreas: Planalto Norte Catarinense, Campanha, Metropolitana De Curitiba, Oeste Catarinense, Vale Do Itajai, Grande Florianópolis, Planalto Sul Catarinense, Litoral Sul Catarinense, Encosta Do Sudeste, Serra Do Sudeste, Depressão Central, Encosta Inferior Do Nordeste, Encosta Superior Do Nordeste, Campos De Cima Da Serra, Planalto Médio, Missões, Alto Uruguai, Central Paranaense, Oeste Paranaense, Sudoeste Paranaense, Sul Paranaense, Litoral Gaúcho, Meio-Oeste Catarinense, Litoral Norte Catarinense

Também tem alerta de declínio de temperatura emitido para Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná, Rondônia e São Paulo.

Nas primeiras horas desta terça-feira, cidades com estações meteorológicas do Inmet já puderam registrar a queda nas temperaturas. As três menores mínimas do país, até o momento, foram no Sul. Bagé (RS): 2,8°C, Cruz Alta (RS): 4,8°C e Santa Vitória do Palmar (RS): 5°C.

Em entrevista ao Notícias Agrícolas, Francisco de Assis Diniz, chefe do Centro de Análise e Previsão do Tempo do Inmet sobre a Previsão do Tempo, disse que a temperatura pode cair até 16ºC em algumas áreas do Sul e Sudeste nos próximos dias. A quarta-feira será o dia mais frio.

"O pico será entre a quarta-feira e quinta-feira dependendo da localidade, sendo que na parte norte e centro do Brasil serão mais intenso na quarta-feira e na quinta-feira será mais intenso em Minas Gerais, Rio de Janeiro e Espírito Santo", disse Diniz.

Veja mais:
» Temperaturas despencam nos próximos dias. No Sul e no Sudeste recuos podem ser de até 16 graus na temperatura mínima

À medida em que o frio chega, as nuvens mais carregadas por conta da frente fria deixam o Sul do Brasil, segundo a Climatempo. "Para hoje só previsão de chuva para o centro-leste e norte do Paraná, incluindo Curitiba, e para leste e norte de Santa Catarina, incluindo o Vale do Itajaí e Florianópolis", disse a empresa.

Por conta dessa frente fria, algumas cidades do Rio Grande do Sul registraram chuvas fortes de granizo nesta segunda-feira (12), conforme mostram os registros em vídeo abaixo:


Ainda nesta terça-feira, segundo alerta do Inmet, há aviso de baixa umidade em áreas de AM, BA, CE, MA, PA, PB, PE, PI, RN e TO. Vendaval pode ocorrer em MS e SP, além de ventos costeiros no PR, RJ, RS, SC e SP.

Previsão estendida de chuvas para o Brasil

De acordo com o mapa de previsão estendida do centro de previsão da Administração Oceânica e Atmosférica Nacional (NOAA, na sigla em inglês), no período de 13 até 21 de agosto, as chuvas mais volumosas caem sobre as extremidades do país, com altos volumes no Norte do país.

De 21 até 29 de agosto, a tendência segue a mesma do mapa anterior, mas com maior abrangência das chuvas sobre a região Norte do país. No Sul, as precipitações se concentram no extremo Sul e Leste. A maior parte da região central ainda terá tempo firme.

Veja o mapa com a tendência de precipitação acumulada para o período de 13 até 29 de agosto:

Mapa com a tendência de precipitação acumulada para o período de 13 até 29 de agosto - Fonte: National Centers for Environmental Prediction/NOAA
Fonte: National Centers for Environmental Prediction/NOAA

Trigo em Ponta Porã (MS). Envio de Roberto Torres.
Trigo em Ponta Porã (MS). Envio de Roberto Torres.

Milho em Dakota do Norte - EUA. Envio de Gustavo Philippsen
Milho em Dakota do Norte - EUA. Envio de Gustavo Philippsen

Algodão em Luís Eduardo Magalhães (BA). Envio de Raphael
Algodão em Luís Eduardo Magalhães (BA). Envio de Raphael

Clique e envie sua foto ou vídeo e apareça aqui no Notícias Agrícolas! Fale com a gente através do WhatsApp (19) 99767-0241, direct no Instagram @noticiasagricolas@jornalistadotempoou use as hashtags #jornalistadotempo ou #imangensdodia

» Clique e veja mais informações na página de Clima e acompanhe cinco satélites em tempo real

Por: Jhonatas Simião | Instagram @jornalistadotempo
Fonte: Notícia Agrícolas

0 comentário