Tempo: Alerta de chuvas intensas e ventos nesta 5ª feira em áreas de SC e RS; BR central segue seco

Publicado em 12/09/2019 11:05 e atualizado em 12/09/2019 15:55
1381 exibições
Frente fria já se afasta do Sul, mas as instabilidades, presença de um sistema de baixa pressão atmosférica e fluxo de ar quente e úmido da região Norte favorecem as precipitações

​Imagem de satélite nesta quinta-feira (12) em todo o Brasil - Fonte: Inmet
Imagem de satélite nesta quinta-feira (12) em todo o Brasil - Fonte: Inmet

LOGO nalogo

Enquanto uma massa de ar seco toma conta de áreas centrais do Brasil, a região segue recebendo boas chuvas. Parte dos estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul ficam em alerta para chuvas intensas nesta quinta-feira (12), com acumulados de até 100 milímetros/dia e ventos.

Por conta dos ventos, uma nova frente fria no Sudeste e umidade vinda da Amazônia, áreas de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul também podem receber pancadas de chuva isoladas entre a tarde e a noite, mas a intensidade será fraca, segundo a Climatempo.

O aviso é de perigo com as precipitações no Sul. "Chuva entre 30 e 60 mm/h ou 50 e 100 mm/dia, ventos intensos (60-100 Km/h). Risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas", destaca o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia).

Veja o mapa das áreas com alerta de chuvas intensas nesta 5ª feira:

Mapa das áreas com alerta de chuvas intensas nesta 5ª feira - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Aviso para as áreas: Oeste Catarinense, Planalto Sul Catarinense, Litoral Sul Catarinense, Encosta Do Sudeste, Serra Do Sudeste, Depressão Central, Encosta Inferior Do Nordeste, Encosta Superior Do Nordeste, Campos De Cima Da Serra, Planalto Médio, Missões, Alto Uruguai, Litoral Gaúcho, Meio-Oeste Catarinense

Segundo a Climatempo, uma frente fria se afasta do Sul, mas as instabilidades seguem sobre a região com a presença de um sistema de baixa pressão atmosférica e fluxo de ar quente e úmido da região Norte. Chuvas já foram registradas na quarta-feira no Rio Grande do Sul.

Veja o mapa com a previsão de precipitação acumulada para até 93 horas (13/09 a 15/09) em todo o Brasil:

Mapa com a previsão de precipitação acumulada para até 93 horas (13/09 a 15/09) em todo o Brasil - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Ainda de acordo com a empresa meteorológica, além das chuvas, uma massa de ar frio se intensifica a partir desta quinta-feira sobre áreas do Rio Grande do Sul, derrubando as temperaturas. As mínimas chegam aos 6ºC na sexta-feira (13) e sábado (14), segundo o Inmet.

Já na região Centro-Oeste, apesar das chuvas isoladas, as temperaturas seguirão altas. "Mato Grosso do Sul e Mato Grosso terão uma tarde de calor, mas, com a entrada dos ventos frios associados a frente fria, a temperatura não fica tão elevada como no início da semana", diz a Climatempo.

"Nos próximos dias,  o calor persiste sobre o Centro-Oeste do Brasil. Na sexta-feira, o centro-oeste e sul do Mato Grosso e áreas do nordeste de do Mato Grosso do Sul seguem com condições para pancadas de chuva isoladas entre a tarde e à noite, inclusive Cuiabá e Campo Grande. Nas demais áreas da Região o predomínio será de sol e tempo seco", destaca a empresa.

Veja o mapa de precipitação acumulada dos últimos 5 dias em todo o Brasil:

Mapa de precipitação acumulada dos últimos 5 dias em todo o Brasil - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Com o tempo seco e as altas temperaturas, a umidade do ar despencou em áreas centrais do país, chegando a níveis preocupantes, com Brasília (DF) atingindo mínima de 11% e Sorriso (MT), 13%, em 04 de setembro; Campo Grande (MS) teve 10% em 07 de setembro e Goiânia 9% em 05 de setembro.

O Inmet segue com o alerta de baixa umidade nesta quinta-feira sobre várias áreas centrais do Brasil. Os avisos pelo país incluem os estados da Bahia, Ceará, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Santa Catarina e São Paulo.

Veja o mapa das áreas com alertas nesta 5ª feira em todo o Brasil:

Mapa das áreas com alertas nesta 5ª feira em todo o Brasil - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Nos próximos sete dias, a previsão do tempo do modelo Cosmo do Inmet não aponta chuvas volumosas para áreas da região central do Brasil. Elas seguem mesmo sobre as regiões Norte e Sul, com volumes fracos a moderados. Áreas do litoral Nordestino também terão precipitações fracas no período.

Veja o mapa de precipitação acumulada para os próximos sete dias em todo o Brasil:

Mapa de precipitação acumulada para os próximos sete dias em todo o Brasil - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Previsão estendida de chuvas para o Brasil

De acordo com o mapa de previsão estendida do centro de previsão da Administração Oceânica e Atmosférica Nacional (NOAA, na sigla em inglês), no período de 12 até 20 de setembro, as chuvas mais volumosas ocorrem sobre áreas do Sul, Norte e pontos do Leste do Nordeste. A maior parte do país terá tempo seco.

De 20 até 28 de setembro, a tendência segue a mesma do período anterior sobre a maior parte do país, mas as chuvas ficam mais fortes e abrangentes sobre a região Sul, Sudeste e leves a moderadas no Centro-Oeste. A maior parte do Nordeste não terá chuvas.

Veja o mapa com a tendência de precipitação acumulada para o período de 12 até 28 de setembro:

Mapa com a tendência de precipitação acumulada para o período de 12 até 28 de setembro - Fonte: National Centers for Environmental Prediction/NOAA
Fonte: National Centers for Environmental Prediction/NOAA

Colheita da soja na fazenda Kibacana em Boa Vista (RR). Envio de Matheus Ebert.
Colheita da soja na fazenda Kibacana em Boa Vista (RR). Envio de Matheus Ebert.

Plantação de algodão na Bahia. Envio de Lucas Rodrigues.
Plantação de algodão na Bahia. Envio de Lucas Rodrigues.

Plantação de algodão na Bahia. Envio de Lucas Rodrigues.
Plantação de algodão na Bahia. Envio de Lucas Rodrigues.

Clique e envie sua foto ou vídeo e apareça aqui no Notícias Agrícolas! Fale com a gente através do WhatsApp (19) 99767-0241, direct no Instagram @noticiasagricolas e @jornalistadotempo ou use as hashtags #jornalistadotempo ou #imangensdodia

» Clique e veja mais informações na página de Clima e acompanhe cinco satélites em tempo real

Por: Jhonatas Simião | Instagram @jornalistadotempo
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário