Previsão indica chuvas expressivas nas áreas de café; RS deve ter tempo estável

Publicado em 17/01/2020 10:28 e atualizado em 17/01/2020 13:29
2017 exibições

LOGO nalogo

O final de semana será de chuvas expressivas para áreas de produção de café, a meteorologia indica que as chuvas acontecem porque um corredor de umidade em atuação do Amazonas avança e leva condições de chuvas para o Centro-Oeste e Sudeste do país.

O modelo Cosmo do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) indica que os volumes serão mais expressivos no Sudeste, e em Minas Gerais o mapa indica que na região leste do estado, podem ser registrados volumes entre 60 e 70 mm. No sul e no centro de Minas Gerais são esperados acumulados entre 30 e 50 milímetros. As chuvas também devem atingir o Rio de Janeiro e Espírito Santo, com precipitações previstas entre 50 e 70 milímetros. 

Ainda no Sudeste, também há previsão de chuvas para São Paulo devido áreas de instabilidade que estão atuando na região desde a quinta-feira (16). "A frente fria tecnicamente avança para o Rio de Janeiro nesta sexta-feira, mas as áreas de instabilidade permanecem sobre São Paulo e provocam mais chuva", destaca a Climatempo. 

Imagens de satélite do Inmet mostram corredor de umidade avançando para o Sudeste: 

Imagens de Satélite - 1701 - Inmet
Fonte: Inmet 
 

Também há previsão de chuva para todo o Centro-Oeste. Segundo a meteorologista Naiane Araújo, devido as altas temperaturas é previsto que pancadas de chuvas aconteçam em toda a região. Nas próximas horas deve voltar a chover  em todo o Mato Grosso do Sul, com precipitações previstas entre 20 e 30 milímetros. 

Os mapas indicam chuvas de volumes baixos nas próximas 24 horas e chuvas mais expressivas a partir do dia 19 em áreas do Goiás e Mato Grosso do Sul, com precipitação prevista entre 20 e 40 mm. 

De acordo com a meteorologista, apesar do Matopiba estar passando por um período de estiagem, possibilidades de pancadas de chuvas não estão descartadas na região. Segundo Naiane, as chuvas podem acontecer em áreas de produção agrícola como o oeste da Bahia. 

Veja a precipitação prevista para as próximas 93 horas em todo o Brasil: 

93 horas - Inmet
Fonte: Inmet 

Rio Grande do Sul não deve ter chuvas no final de semana 

O final de semana será de tempo estável para os três estados da região sul do país. A situação é mais preocupante no Rio Grande do Sul, onde produtores de soja e milho enfrentam problemas nas lavouras devido aos volumes baixos de chuvas entre dezembro e janeiro. Apesar de ter chovido de maneira mais expressivas nas últimas horas, para que a quebra de produtividade não aumente, é necessário que as chuvas aconteçam com mais frenquência em todo o estado. 

Segundo o Inmet, deve voltar a chover no Rio Grande do Sul apenas no dia 20 quando uma área de baixa pressão atuando no Uruguai deve avançar para a região. Analistas indicam que até o período da colheita - entre março e abril, é preciso que chova entre 500 e 600 milímetros. 

Mapas não indicam chuvas para o Rio Grande do Sul nos próximos dois dias: 

Sul - Inmet
Fonte: Inmet 

Últimas 24 horas

Confirmando as previsões, nas últimas 24 horas os volumes mais expressivos de chuvas foram registros na região sul do Brasil. 

De acordo com dados do Inmet, no Rio Grande do Sul os volumes foram expressivos em todo o estado. Nas regiões centro e oeste foram registrados volumes entre 30 e 40 milímetros. Nas demais áreas do estado as precipitações ficaram entre 25 e 30 mm. 

Também foram registradas chuvas no sul de Santa Catarina, com precipitações entre 15 e 20 milímetros. Choveu nas demais regiões, porém em volumes mais baixos. 

Veja o mapa de precipitação das últimas 24 horas em todo o Brasil: 
 

24 horas - Inmet
Fonte: Inmet 

 

Por: Virgínia Alves
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário