Corredor de umidade deve perder força, diminuindo volume de chuvas no Sudeste

Publicado em 27/01/2020 10:29 e atualizado em 27/01/2020 11:16
2813 exibições

LOGO nalogo

As previsões indicam que continuará chovendo em Minas Gerais nas próximas 48 horas, porém  segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), as chuvas devem acontecer com volumes mais baixos e não há previsão de volumes expressivos para a região do café nos próximos dias. 

De acordo com Mamedes Luiz Melo, meteorologista do Inmet, no meio desta semana o corredor de umidade começará a perder força, diminuindo as chances de chuvas  com volumes expressivos para o Sudeste e Goiás. O modelo Cosmo do Inmet aponta que nas próximas 24 horas chove no Centro-Norte de Minas Gerais, com precipitações entre 30 e 40 milímetros. 

"O corredor de umidade pode enfraquecer, diminuindo a chance de chuvas. Podem continuar acontecendo as pancadas de chuvas, o que é comum do Verão", destaca o meteorologista. 

>>> Número de mortos com chuvas em MG sobe para 44; emergência em 47 municípios

Já no Espírito Santo, região onde os acumulados também vêm sendo expressivos, os volumes esperados já são mais baixos quando comparados com a semana passada. A previsão indica chuva entre 20 e 30 milímetros de precipitação. Também há condição de chuvas para o Rio de Janeiro, porém em volumes mais baixos. 

No Centro-Oeste, a previsão indica que continuará chovendo em todo o estado do Goiás, com precipitações entre 20 e 30 milímetros, sendo os maiores acumulados esperados para o norte do estado. Ainda na região central do país, também há previsão de chuvas para o Mato Grosso, sendo os maiorea acumulados para o centro-leste do estado. 

Áreas do Matopiba também devem receber bons volumes de chuvas nos próximos dois dias. No Tocantins, as precipitações deve ficar entre 20 e 30 mm, podendo ser registradas chuvas de até 60 mm em alguns pontos. No Maranhão os volumes tendem a ser mais baixas, ficando entre 20 e 30 mm, sendo os maiores volumes esperados para o norte do estado. 

Também há previsão de chuvas com volumes significativos para o oeste da Bahia. De acordo com os modelos, alguns pontos da região podem registrar volumes entre 50 e 60 mm. Já no Piauí, deve chover em todo o estado, porém em volumes mais baixos. 

A passagem de uma frente fria deve mudar as condições do tempo na região sul do país. Segundo o meteorologista, o sistema que vem do Uruguai deve trazer volumes significativos de chuvas para a região. 

"O litoral dos três estados e as capitais terão um aumento de nuvens ao longo do dia, e podem ocorrer algumas pancadas isoladas de chuva entre a tarde e a noite", destaca a Climatempo. 

De acordo o Cosmo, a partir do dia 30 chove nos três estados, com possibilidade de pancadas de chuvas também nos três estados. De acordo com meteorologista, a passagem da frente fria será rápida, mas na semana que vem novos sistemas devem avançar levando mais chuvas para a região.

Veja a previsão de precipitação para as próximas 93 horas em todo o Brasil: 

93 horas - Inmet
Fonte: Inmet 

Últimos três dias 

Nos últimos três dias as chuvas mais volumosas foram registradas no Sudeste do país, sobretudo em Minas Gerais onde as condições são mais críticas devido aos volumes expressivos de água. 

Segundo dados do Inmet, em parte do estado mineiro foram registrados mais de 200 milímetros de precipitação nos últimos três dias. Nas demais áreas, os volumes também foram expressivos, ficando entre 80 e 125 mm. 

Além de Minas Gerais, choveu bastante em Espírito Santo. Os mapas do Inmet mostram que os maiores acumulados foram registrados no sul do estado, com precipitações entre 100 e 125 mm. 

Choveu em todo o estado do Goiás, com precipitações entre 60 e 100 milímetros. Os mesmos volumes foram registrados no sul do Tocantins. 

Veja o mapa de precipitação acumulada nos últimos três dias em todo o Brasil: 

Últimos três dias
Fonte: Inmet

Soja precisando da chuva em Cruzália (SP). Envio da Família Varolo
Soja precisando da chuva em Cruzália (SP). Envio da Família Varolo

Lavoura de soja em Pontão (RS). Envio do produtor rural Juliano de Souza Carmo
Lavoura de soja em Pontão (RS). Envio do produtor rural Juliano de Souza Carmo​

 

Colheita no Maranhão. Envio de Giulianna Fanhani
Colheita no Maranhão. Envio de Giulianna Fanhani

Soja em Rochedo (MS). Envio do Engenheiro Agrônomo Michael Soares e Alison Pinheiro
Soja em Rochedo (MS). Envio do Engenheiro Agrônomo Michael Soares e Alison Pinheiro

Clique e envie sua foto ou vídeo e apareça aqui no Notícias Agrícolas! Fale com a gente através do 
WhatsApp (19) 99767-0241, direct no Instagram @noticiasagricolasou use a hashtag #imangensdodia

Por: Virgínia Alves
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário