Dourados apresenta a melhor média de produtividade de leite de MS

Publicado em 27/03/2012 07:26 337 exibições
De acordo com Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE, Dourados possui 64.624 vacas destinadas à ordenha, número inferior à região de Iguatemi, que conta com 90.274, ainda assim sua produtividade é igual a 112 litros a menos que Dourados que chega a produzir 1118 litros de leite por vaca por ano. Esse número equivale a uma média de 3.06 litros por vaca por dia, número mais aproximado à média nacional que é de 3.67 litros.

Entre as microrregiões de Mato Grosso do Sul, tratando-se de produtividade, Dourados se destaca, seguido da região de Nova Andradina e Iguatemi, respectivamente. Já quanto a números de vacas destinadas à ordenha a escala coloca Dourados em quarto lugar, perdendo em números para Paranaíba (65.590 cabeças), Campo Grande (89.209), seguido de Iguatemi como a microrregião com o maior número de vacas para ordenha.

Wilson Igi do departamento de leite do Sindicato Rural de Campo Grande, atribui os altos números de Dourados à qualidade do solo. “Naquela região a dedicação com a pastagem e a qualidade da terra é superior, combinando isso à genética de classe, o reflexo é visto na produtividade do leite, ocasionando destaque na produção”, explica Igi.

“Verificamos os números divulgados pelo IBGE e distribuímos a abordagem do Programa Mais Leite e os cursos de acordo com a necessidade de cada região, intencionando a qualidade no trabalho e no produto, incluindo a elaboração de artigos lácteos. Só nessa última semana de março serão 55 cursos espalhados por MS, incluindo a região de Dourados. No mês de maio ainda teremos o maior evento da cadeia leiteira da região Centro-Oeste”, afirma Clodoaldo Martins, superintendente do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso do Sul – Senar/MS, referindo-se aos dois eventos que ocorrerão em Campo Grande.

O 15º Encontro Técnico do leite e o Encontro Sul-Mato-Grossense da Qualidade do Leite estão com as inscrições abertas por meio do site www.sernarms.org.br, e tem expectativa de receber cerca de mil pessoas interessadas em promover e se informar sobre a qualidade do leite. O auditório Manoel de Barros, no Centro de Convenções Arquiteto Rubens Gil de Camillo, será palco dos eventos nos dias 14 e 15 de maio.

“Leite: Ameaças e Oportunidades” será a palestra de abertura do evento, cedida por Rodrigo Alvim, representante da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil – CNA, e acontecerá às 14h30 do dia 14 de maio, logo após a reunião da câmara setorial e a reunião do Conseleite, que deverá incidir no período matutino do mesmo dia.

Mais Leite - O Programa é uma iniciativa do Senar/MS em parceria com a Federação da Agricultura e Pecuária de MS – Famasul e Fundação Educacional para o Desenvolvimento Rural - Funar. Conta com a parceria dos sindicatos rurais, Banco do Brasil e Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE).

Após passar por três municípios, o programa Mais Leite ainda passará por Anastácio - no dia 12 de abril, finalizando suas atividades de 2012, no Encontro Sul-Mato-Grossense da Qualidade do Leite, que acontece em Campo Grande, nos dias 14 e 15 de maio, no Centro de Convenções Rubens Gil de Camillo.

Tags:
Fonte:
Senar

0 comentário