Frango vivo: Fraco desempenho da demanda pressiona cotações em Minas Gerais

Publicado em 16/01/2017 17:42 e atualizado em 16/01/2017 19:33
56 exibições

A referência do frango vivo no mercado independente de Minas Gerais sofreu nova baixa nesta segunda-feira (16). O recuo de R$ 0,10 - passando de R$ 2,85/kg para R$ 2,75/kg -, marca o fraco desempenho dos negócios nas primeiras semanas do ano.

Conforme destacam analistas, as baixas refletem o esfriamento no consumo de carnes, como é típico nos primeiros meses de cada ano.

Também segundo colaboradores do Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), os estoques estão elevados, visto que o escoamento da produção no final do ano foi limitado, favorecendo a pressão sobre as cotações.

“O fator de alento no momento é a retração nos custos de produção, tendo em vista o movimento de ingresso de maiores ofertas de milho e soja com o avanço da colheita da safra verão”, comenta o analista da Safras & Mercado, Fernando Henrique Iglesias.

Para ele, o movimento de pressão deve persistir ao longo do primeiro bimestre de 2017.

Exportações

As exportações começaram o ano com movimentação dentro da expectativa. Segundo Iglesias os embarques podem atingir 328 mil toneladas em janeiro, volume superior as 311 mil toneladas alcançadas em janeiro de 2016.

Dados divulgados pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) nesta segunda-feira, apontam que até a segunda semana do mês, as exportações chegaram a 129,1 mil toneladas, com média diária de 12,9 mil toneladas.

Com esse volume diário, os embarques registram piora de 13,1% aos dados de dezembro, enquanto que em relação ao mesmo período de 2016, queda de 9,8%. Em receita, a soma chega a US$ 205 milhões, sendo o valor por tonelada em US$ 1.589,6.

>> Confira a cotação completa do frango.

Por: Larissa Albuquerque
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário